Na última sexta-feira (13), a Caixa Econômica Federal iniciou o depósito de até R$ 500 por conta ativa e inativa do FGTS, em uma medida que, segundo o Governo Federal, devem injetar R$ 40 bilhões na economia até março de 2020.

A Caixa Econômica Federal registrou mais 12 milhões de transações nesses primeiros dias de saques de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em Jaraguá do Sul, na primeira segunda-feira após a liberação, o dia era de grandes filas na agência central da Caixa.

Grande parte dos cidadãos beneficiados pretendem usar o recurso para pagar dívidas. Quase 10 milhões de brasileiros, cerca de 38% dos que pretendem utilizar o recurso liberado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), vão usar o dinheiro para quitar dívidas, mostra pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Para a confeiteira Norma Moreira, o destino é outro. "Vou usar isso para algo que ajude no meu negócio, não adianta usar para comprar coisas que a gente sempre tem", afirma.

Norma conta que o valor sacado, cerca de R$ 800 liberados de contas do FGTS, deve servir como entrada em um investimento. "Vai ajudar a cobrir parte do valor de mais uma máquina para o trabalho", diz.

Já o soldador Deivide da Silva tem outra mentalidade quanto ao recurso. "Vou deixar na conta rendendo", diz. Por ora, ele não pretende tocar no dinheiro. "Precisar a gente sempre precisa, mas dá para deixar lá por enquanto", diz.

Dicas

Para evitar que as pessoas sejam vítimas de golpistas, a Caixa Econômica Federal publicou em seu site algumas dicas importantes de segurança.

Segundo a estatal, uma forma comum de golpe tem sido se passar por empregados das centrais de cartões ou do banco, para obter informações e, assim, aplicar golpes. Por conta disto, Evite fornecer a senha ou número do Cartão Cidadão.

Não acesse links em nome da Caixa, pois o banco não envia links por e-mail, SMS ou WhatsApp. “Se você receber mensagens desse tipo, desconfie”.

Não faça pré-cadastro para saque do FGTS. Golpistas têm se passado pela Caixa no WhatsApp. Não responda. Em caso de dúvida, procure os canais oficiais do banco.

A área de segurança da Caixa mantém ainda, uma página atualizada com dicas e informações sobre os principais golpes praticados pelos fraudadores.

O banco alerta que não envia mensagens sobre saques das contas vinculada FGTS; não solicita senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador; não pede confirmação de dispositivo ou ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

O banco orienta que os trabalhadores busquem informações sobre FGTS disponíveis nos canais oficiais da Caixa, na internet, no endereço fgts.caixa.gov.br, no app FGTS ou no telefone 0800-726-0207, ou direto em suas agências.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger