Jaraguá do Sul tem o 2º maior salário médio do Norte catarinense, segundo dados de uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta semana. A pesquisa tem base em informações da remuneração de todas as 26 cidades da região em 2019.

Com base no salário mínimo atual de R$ 1.100, vigente desde maio deste ano, o trabalhador formal catarinense ganha, em média, R$ 2.519 por mês. Com remuneração média de R$ 3.410, segundo o órgão, Jaraguá do Sul fica atrás apenas de São Francisco do Sul, com média de R$ 3.960.

É importante frisar que se trata de uma média, influenciada pelos cargos de alto escalão do município - e não uma base. O município também conta com o 5º maior salário médio do estado. O ranking é liderado por Florianópolis com uma média de 4,5 salários mínimos (R$ 4.950), seguido por São Francisco do Sul, Vargem Bonita (3,4 salários mínimos, ou R$ 3.740) e Treviso (3,2 salários mínimos - R$ 3.520).

Dentro do ranking federal, Jaraguá do Sul ocupa o 123º lugar. A maior remuneração média do país é Macaé, no Rio de Janeiro, com média de 6,1 salários mínimos (R$ 6.710), enquanto a pior média é Chaval, no Ceará: lá, a média fica abaixo do mínimo, em R$ 880 (0,8 minímo).

As cinco melhores remunerações médias do norte catarinense:

São Francisco do Sul - 3,6 salários mínimos (R$ 3.960);

Jaraguá do Sul - 3,1 salários mínimos (R$ 3.410);

Três Barras - 3 salários mínimos (R$ 3.300);

Itapoá - 3 salários mínimos (R$ 3.300);

Joinville - 2,8 salários mínimos (R$ 3.080).

 

E as cinco melhores do Estado:

Florianópolis - 4,5 salários mínimos (R$ 4.950)

São Francisco do Sul - 3,6 salários mínimos (R$ 3.960)

Vargem Bonita - 3,4 salários mínimos (R$ 3.740)

Treviso - 3,2 salários mínimos (R$ 3.520)

Jaraguá do Sul - 3,1 salários mínimos (R$ 3.410);