Jaraguá do Sul registrou a abertura de 851 postos de trabalho com carteira assinada no mês de janeiro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira (16).

Foram 3.164 contratações e 2.313 desligamentos no mês, com resultado final levemente inferior ao do mesmo mês do ano passado - em janeiro de 2020, foram 933 postos formais gerados no município.

A geração de emprego foi liderada pela indústria: foi 760 postos de trabalho no setor, seguido por serviços, com 111.

Apenas um setor gerou um resultado negativo, o comércio, que fechou 31 postos no mês.

Todos os níveis de educação tiveram saldos positivos no mês, com maiores saldos entre os trabalhadores com ensino médio incompleto (358) e o ensino médio completo (281).

Os jovens lideraram a geração de emprego, com 354 empregos na faixa até os 17 anos, e 339 empregos na faixa dos 18 aos 24.

Por gênero, as mulheres tiveram geração levemente maior: foram 444 empregos para mulheres e 407 para homens.

Apesar de um resultado negativo no mês de dezembro, o município havia encerrado o ano passado com saldo positivo na geração de emprego, recuperando as perdas dos meses mais graves da pandemia e encerrando o ano com a geração de 184 postos de trabalho formais.

Empregos no país

Ao nível nacional, o Brasil abriu 260.353 vagas de emprego com carteira assinada em janeiro, apontam dados do Caged.

Os números são resultado de 1.527.083 admissões e de 1.266.730 desligamentos.

O total de empregos com carteira no país somou 39.623.321 em janeiro, o que representa uma variação de 0,66% em relação ao mês anterior.

Em janeiro, todos setores da economia tiveram mais contratações do que demissões, com destaque para a indústria, que gerou 90.431 novos postos de trabalho formais.

Na sequência, aparecem os serviços (+83.686 postos), a construção (+43.498) e o comércio (+16.636).