Jaraguá do Sul recebeu nessa quarta-feira (09) os integrantes da Instância de Governança Regional (IGR) Caminho dos Príncipes, que conta com representantes de 16 municípios do Planalto Norte e Norte Catarinense. O encontro, que ocorreu no Centro de Inovação, teve que ser adaptado para seguir todos os protocolos sanitários de prevenção à covid-19. Pela primeira vez aconteceu no formato híbrido com parte dos representantes de forma presencial e outros, online.

Na pauta, a retomada das atividades relacionadas ao turismo, adaptadas ao cenário imposto pela pandemia. “Buscamos direcionar opções para fomentar o turismo, retomando as atividades e respeitando as regras atuais”, esclarece a diretora de Turismo, Leila Modro.

Entre as ações que devem ser trabalhadas pelos municípios está o estímulo às caminhadas na natureza, incentivando o contato com o meio ambiente e a prática de hábitos saudáveis. Cada cidade deve organizar sua programação de passeios e também divulgar seus atrativos.

“Nossa intenção é que as pessoas conheçam e valorizem o turismo local, que aproveitem as belezas naturais tão presentes em nossa região”, diz a diretora.
Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Daniel Gustavo Schmitz de Arruda, os encontros do IGR são muito importantes, pois possibilitam a troca de experiências e ideias para promover as ações de turismo de todos os municípios participantes.

Os encontros da IGR são itinerantes, ocorrem uma vez por mês e reúnem representantes do Poder Público Municipal, agências de turismo, Sesc e Senac, entre outras entidades.
Na IGR Caminho dos Príncipes participam os municípios de Araquari, Garuva Jaraguá do Sul, Guaramirim, São Bento do Sul, Campo Alegre, Rio Negrinho, Itapoá, Massaranduba, Barra do Sul, São Francisco do Sul, São João do Itaperiú, Schroeder, Joinville, Corupá e Barra Velha.

Ao final do encontro, os representantes conheceram o Parque da Inovação e se surpreenderam com a beleza do local. “Alguns integrantes de agências de turismo comentaram que tiveram muitas ideias e inspirações ao conhecer o parque, para futuros roteiros envolvendo o local”, comenta Leila Modro.

As IGRs estão inseridas no contexto do Programa de Regionalização do Ministério do Turismo de Santa Catarina. Foram criadas em 2008 e têm por objetivo ampliar a participação da sociedade nos processos decisórios e na gestão de atividades turísticas. Também servem como mecanismo para a qualificação e ampliação de ofertas turísticas.