Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O atendimento remoto aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi prorrogado até 31 de julho, segundo uma portaria publicada na edição de quarta-feira (8) do Diário Oficial da União.

Com o prorrogamento, a reabertura gradual das agências deixa de começar em 13 de julho e passa a começar em 3 de agosto.

Em nota, o INSS informou que o adiamento do retorno gradual do atendimento presencial "foi definido pelos dirigentes da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e do INSS após nova avaliação das informações apresentadas pelo grupo de trabalho responsável pelo plano de ação de reabertura indicar que um número reduzido de agências cumpriria todos os requisitos estabelecidos até a data anteriormente prevista".

"Essa decisão mostra que os gestores da Previdência Social estão comprometidos com o objetivo de conciliar a segurança sanitária da população e dos servidores com a garantia da proteção social dos segurados e beneficiários", acrescentou órgão.

Reabertura não será integral

A reabertura não será integral: o funcionamento será de seis horas contínuas e o atendimento presencial será restrito exclusivamente aos segurados e beneficiários com prévio agendamento pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135), assim como para serviços como perícia médica, que não podem ser feitos de forma remota.

O INSS suspendeu o atendimento presencial no final de março, parte do pacote de medidas para enfrentar a epidemia do coronavírus, e já havia antecipado que esse prazo poderia ser prorrogado.

São 1.525 agências do INSS no país. Caberá a cada unidade avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

"As unidades que não reunirem as condições necessárias para atender o cidadão de forma segura, continuarão em regime de plantão reduzido", acrescentou o INSS.

Na mesma edição do Diário Oficial da União, o governo decidiu suspender, até 30 de setembro, a exigência de recadastramento anual de aposentados e pensionista, de acordo com instrução normativa do Ministério da Economia.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul