As inscrições para a terceira turma do programa de aceleração para startups - o Batch #3 - da Hards, primeira aceleradora de hardware e software do Brasil, estão abertas até o dia 11 de junho (sexta-feira). Instalada no Instituto da Indústria em Florianópolis, mantido pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), a Hards foca sua atuação em soluções para a indústria 4.0 e busca por startups de todo o país, que, preferencialmente, tenham um protótipo funcional e potencialidade de faturamento. Além disso, prioriza também as verticais de energia, mobilidade elétrica, smart cities e logística.

Cada startup aprovada no processo seletivo pode receber até R$ 300 mil, com participação negociável. Para isto, oferece conexões com parceiros corporativos e mentores com larga experiência na indústria de hardware e software, acesso ao mercado, editais de fomento e programas de incentivo fiscal.

Os empreendedores e as empreendedoras contam ainda com apoio psicológico e têm acesso a dezenas de benefícios avaliados em mais de R$ 500 mil, como descontos em parceiros para desenvolvimento de hardware, moldes, materiais entre outros, softwares CAD, Cloud Services, CRMs, ferramentas de marketing, consultoria jurídica, entre outros.

Juntamente com o Instituto Senai de Inovação em Sistemas Embarcados e do Labfaber (da Fundação Certi), a Hards integra o ecossistema de inovação instalado no Instituto da Indústria de Florianópolis e no Sapiens Parque.

Enquanto o Instituto Senai atua no desenvolvimento de pesquisas de inovação para a indústria e o LabFaber se configura como um Laboratório-Fábrica de referência no desenvolvimento, domínio, prática e difusão de tecnologias digitais na manufatura competitiva de produtos tecnologicamente avançados, a Hards promove a aceleração de startups, que podem contar com espaço compartilhado, laboratórios de prototipagem, salas para reuniões e uma fábrica para desenvolvimento de hardware no mesmo prédio.