Como parte de um projeto amplo da Serrana, o abastecimento de parte de sua frota de veículos para coleta de lixo urbano deve passar a ser feito com GNV (Gás Natural Veicular) - e os testes preliminares estão sendo feitos em Corupá, onde um dos caminhões da empresa passou a operar com GNV.

O abastecimento tem sido feito pelo Auto Posto Corupá da rede ALE, o único autorizado pela SC Gás. A operação preliminar começou ao final da última semana.

O proprietário do posto, Fábio Espíndola, trabalha com GNV há cinco anos. Segundo ele, o investimento tem demonstrado crescimento.

"Cada dia tem mais carros convertidos para GNV, A relação de custo e benefício vale muito a pena, é uma tendência para o futuro", explica.

O projeto da Serrana deve unir economia com sustentabilidade, reduzindo emissões de poluentes.

Atualmente, a empresa atua em cerca de 14 municípios em quatro estados: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso.

Enquanto isso, a SCGás demonstra em números o crescimento deste mercado: em fevereiro, foram anunciados investimentos na ordem de R$ 25 milhões para ampliar a malha de fornecimento de GNV no estado, parte de um programa de R$ 110 milhões até 2025.