Guaramirim tem visto o florescer da sua indústria e do comércio, firmando-se cada vez mais como seu próprio ente econômico na virada dos seus 71 anos.

O município conta com uma localização estratégica entre os principais polos industriais do estado de Santa Catarina, na região de maior fluxo econômico e melhor qualidade de vida do estado.

De fácil acesso às rodovias, portos e aeroportos e com rápido escoamento para produtos e serviços tem se consolidado nos últimos anos como um dos municípios mais procurados para investimento e abertura de novos negócios, de acordo com o secretário de desenvolvimento econômico, Rodrigo Ademir da Silva.

Guaramirim tem crescido nas últimas décadas em número de habitantes e na oferta de emprego e opções de renda. O comércio mobiliário habitacional e industrial destacam-se pela força com que tem disponibilizado novas opções para moradores e investidores.

As empresas com matéria-prima e mão de obra de qualidade tem ganhado espaço na região, com produtos cada vez mais difundidos pela facilidade de logística e atendimento.

O comércio de rua, como é conhecido o comércio varejista, é amplo e diversificado em quase todos os bairros de Guaramirim.

Foto: Arquivo/OCP News

Assim como o setor de Turismo, que também vislumbra expansão. O setor teve sua inclusão, nos últimos anos, no Mapa Brasileiro do Turismo e nas Associações da Região Turística Caminho dos Príncipes e no Colegiado de Turismo da Amvali.

A cidade tem crescido rápido: o setor de desenvolvimento econômico da prefeitura registra em média a abertura ou expansão de um novo empreendimento por dia.

"A implantação do Sistema Digital de Protocolos, tramitação mais ágil de documentações a partir das Leis de Desburocratização e da Liberdade Econômica, Lei para Incentivos Econômicos e Fiscais e abertura, em breve, da Sala do Empreendedor em Parceria com o Sebrae põem Guaramirim em destaque para investimentos do setor produtivo", explica da Silva.

Economia diversificada

Segundo o secretário Rodrigo Ademir da Silva, a economia do município é diversificada desde sua origem. Hoje, têm destaque os agro empreendimentos e as indústrias químicas, têxteis, moveleiras e metalmecânicas.

Os destaques e tendências estão nos setores petrolíferos e geração de energia. É igualmente expressivo o comércio a varejo de produtos, bens e serviços.

Nesse setor os destaques são os Centros de Distribuição e o turismo nas áreas de gastronomia e lazer.

Na agricultura a força está no plantio de banana, arroz, palmácea e olericultura, além da piscicultura.

Indústrias e comércios ligados ao setor agrícola nas áreas de insumos, maquinário e logística crescem exponencialmente, tendo inclusive exportadores de tecnologia local para outros países.

A localização privilegiada, no centro do Vale do Itapocu, deu ao município outro destaque: o setor petrolífero, com distribuidoras de combustíveis e derivados, indústrias químicas fabricantes de tintas e solventes e geração de energia que compõem boa parte da arrecadação do município.

Fábricas de pequeno, médio e grande porte na área moveleira atendem a demanda regional e ainda exportam para vários países. O ramo metal mecânico apresenta-se com usinarias, tornearias e produção de itens que atendem amplamente o mercado nacional.

O setor têxtil já consolidado e em expansão produz qualidade e emprega grande parte da mão de obra local.

No entanto, ainda há um potencial de desenvolvimento com exploração crescente: a duplicação de suas principais rodovias de acesso e obras internas de pavimentação em eixos estruturantes do município podem fortalecer o desenvolvimento local.

Associativismo tem força.

O secretário destaca o papel do associativismo nos 71 anos de desenvolvimento do município.

"O povo empreendedor trabalha junto das associações empresariais, de lojistas, cooperativas financeiras, de crédito e de produção com foco em expansão colaborativa. Destaca-se também o desenvolvimento de parcerias com instituições de fomento ao empreendedorismo, educacionais especializadas e cursos profissionalizantes e universitários", relata.

Entre estes entes, está a Associação Empresarial de Guaramirim, com 42 anos de atividade.

Ao longo desses anos, a entidade propôs pautas, projetos, melhorias e sugestões que beneficiam não apenas a classe empresarial e a comunidade, mas também a região como um todo, como é o caso das duplicações da BR-280 do trecho urbano entre Guaramirim e Jaraguá do Sul e, consequentemente, do contorno viário, explica o presidente, Gilberto Ronchi.

Esta atuação se consolida na forma da elaboração, em conjunto com o poder público e outras entidades do município, do maior projeto da Aciag até então, o chamado "Masterplan" de Guaramirim.

Iniciado com Plano Socioeconômico, e posterior o Plano urbanístico. O projeto, em conjunto com vários entes locais, visa planejar o desenvolvimento da cidade para as próximas décadas.

Ronchi destaca o Loteamento Industrial, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e originado no Conselho de Desenvolvimento Econômico (CODEC), cujo objetivo é instruir um padrão de gestão capaz de contribuir para o desenvolvimento econômico sustentável para o município, garantindo a continuidade dos projetos de interesse da comunidade.

Além disso, a entidade também se mobilizou através de reuniões presenciais, na época, com a sociedade civil organizada e órgãos públicos, e agora faz o acompanhamento da fase final, da atualização do plano diretor, que é um instrumento básico da política urbana e rural do município e que irá contribuir na atração de novos investimentos para Guaramirim.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul