O Grupo Malwee ficou entre as dez empresas mais sustentáveis na categoria de uso de ativos florestais, segundo a revista Exame - e a única empresa de moda dentro da lista.

A empresa conta com um extenso plano de sustentabilidade para ser cumprido até o final do próximo ano, com redução no uso de água, na emissão de poluentes e no consumo de matéria-prima.

A empresa se destaca por sua participação no Fashion Pact, acordo entre 32 empresas que têm cerca de 150 marcas, como Adidas, Chanel e Prada, para reduzir o impacto do setor no meio ambiente.

De todos os representantes nacionais do segmento, a Malwee é a única a ser signatária do pacto. “Temos compromissos nesse sentido há muito tempo”, diz Guilherme Weege, presidente do Malwee.

Em 2015, a empresa lançou o Plano Sustentabilidade 2020, com metas como a redução do consumo de recursos naturais e das emissões de gases de efeito estufa.

Em 2017, o Malwee investiu 7 milhões de reais para substituir a caldeira de gás natural por biomassa, e obteve uma redução de 68% nas emissões de gases de efeito estufa. Para 2020, a empresa prevê uma redução de 99% no uso de água para produção de Jeans.