A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Ministério da Economia firmaram nesta sexta-feira (13) uma parceria que une os serviços do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC) e do Programa de Simplificação do Acesso a Produtos e Serviços Financeiros para os Pequenos Negócios (CREDMEI - CREDMPE).

Com isso micros e pequenas empresas (MPEs) e microempreendedores individuais (MEIs) terão apoio para acessar, de forma mais ágil e simples, soluções oferecidas por bancos e instituições financeiras, como antecipação de recebíveis, crédito para compra de mercadorias e seguro para proteger o negócio, entre outros.

“Com essa parceria, queremos encurtar o caminho entre o sistema financeiro e as empresas. Esse acordo valoriza as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais, por meio do suporte técnico especializado. Faz parte da nossa missão estar ao lado das indústrias, independentemente do porte, e buscar novas soluções. Neste momento de incertezas, esta é mais uma importante parceria para facilitar o acesso ao crédito”, explica o superintendente de Desenvolvimento Industrial da CNI, João Emilio Gonçalves.

O NAC vai oferecer atendimentos especializados em linhas de crédito e finanças, capacitações e cartilhas sobre temas voltados para MPMEs. Enquanto isso, o Ministério da Economia vai promover o encontro entre as instituições financeiras e os pequenos negócios por meio da plataforma digital CREDMPE-CREDMEI.

O NAC é uma iniciativa da CNI e das Federações das Indústrias para levar informações sobre crédito e finanças. A Rede NAC está presente em 23 estados e no Distrito Federal, desde 2015, para recomendar as melhores opções de financiamento, orientar sobre os documentos necessários para solicitação e tirar dúvidas.