O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse na noite desta terça-feira (20) que o governo deverá anunciar, nesta quarta-feira (21), 17 empresas públicas que serão incluídas na lista de privatização até o final do ano. Guedes não adiantou o nome das empresas, mas disse que o governo vai acelerar ainda mais as privatizações

“As coisas estão acontecendo devagarzinho, vai uma BR Distribuidora aqui, daqui a pouco vem uma Eletrobras, uma Telebras, daqui a pouco vem também os Correios, está tudo na lista. Amanhã deve ser anunciado umas 17 empresas só para completar o ano. Ano que vem tem mais”, disse o ministro em um evento do jornal Valor Econômico, na capital paulista.

Guedes disse que o governo atingiu, em agosto, a meta de arrecadação de recursos com privatizações, de R$ 80 bilhões, estipulada para todo o ano de 2019. “Na privatização nós vamos acelerar. E nós achamos que vamos surpreender”, disse.

O site Poder360 divulgou uma lista antecipada das 17 estatais a serem privatizadas, seriam elas:

  • Empresa Gestora de Ativos (Emgea)
  • Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF)
  • Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro)
  • Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev)
  • Casa da Moeda
  • Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp)
  • Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasaminas)
  • Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU)
  • Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Trensurb)
  • Companhia de Docas do Espírito Santo (Codesa)
  • Empresa Brasileira de Comunicação (EBC)
  • Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec)
  • Telebras
  • Correios
  • Eletrobras
  • Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex)
  • Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp)

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger