Mais crédito rural para SC | Foto Ricardo Woffenbuttel/Secom
Mais crédito rural para SC | Foto Ricardo Woffenbuttel/Secom

Nesta segunda-feira, 29, a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) apresentaram o Plano Safra 2020-2021 para lideranças representativas do agronegócio catarinense e de instituições financeiras.

A intenção é incentivar ainda mais os pequenos agricultores e pescadores a acessar os recursos disponibilizados pelo Governo Federal, como forma de ampliar a competitividade do meio rural e pesqueiro de Santa Catarina e movimentar a economia local.

O Plano Safra 2020-2021 conta com investimentos de R$ 236,3 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional, um aumento de R$ 13,5 bilhões em relação ao plano anterior. Desse total, R$ 179,38 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização e R$56,92 bilhões serão para investimentos em infraestrutura.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, Santa Catarina é destaque nacional pelos valores aplicados ao longo dos últimos anos e os esforços estarão voltados para ampliar a aplicação dos recursos e também o número de contratos.

Além de aumentar a participação das mulheres, dos pescadores e das pequenas cooperativas da agricultura familiar.

“O Plano Safra vem como um incentivo importante a todo setor produtivo catarinense. No estado, temos que fazer um esforço conjunto do setor público, lideranças do setor produtivo e instituições financeiras para conscientizar os agricultores familiares e pescadores sobre as novas linhas de crédito e as oportunidades de investimento para melhorar e modernizar a produção, além de agregação de valor. Temos grandes oportunidades e temos certeza de que mais um vez o agronegócio catarinense será um destaque”, destaca o secretário Ricardo de Gouvêa.

Na safra 2019/2020, Santa Catarina investiu aproximadamente R$ 8,75 bilhões por meio do Plano Safra, principalmente via Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Foram mais de 113 mil contratos de investimento, sendo 81,7 mil para agricultura familiar.

Os valores do Pronaf aplicados em Santa Catarina somaram R$ 3,59 bilhões - um aumento de 14,2% em relação à safra anterior. Desse total, R$ 275,7 milhões foram aplicados via Epagri.

Com informações do Governo do Estado de Santa Catarina.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul