Geração Nem-Nem: Apenas 13% dos jovens de 18 a 24 anos trabalha e estuda no Brasil, diz estudo

Divulgação/ Empregabilidade Jovem Brasil

Por: Pedro Leal

03/06/2023 - 08:06 - Atualizada em: 03/06/2023 - 08:24

Um levantamento inédito apresentado no dia (26/05) durante a primeira edição do evento Empregabilidade Jovem Brasil, mostrou que apenas 13% dos jovens de 18 a 24 anos no Brasil trabalham e estudam. Os números foram divulgados pela subsecretaria de Estatísticas e Estudos do Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego, Paula Montagner.

A pesquisa também mostrou que o problema do desalento entre a juventude brasileira afeta de maneira mais significativa mulheres e a população negra. Mesmo representando cerca de 49% dos jovens brasileiros, as mulheres são 60% dos jovens que não estudam, não trabalham e não procuram trabalho. Já a população negra representa 68% deste grupo.

O evento pioneiro reuniu no Teatro CIEE, em São Paulo, mais de 450 pessoas e 200 instituições que trabalham em prol da inclusão do jovem no mundo do trabalho. Os dados levantados pela pesquisa serviram de base para um debate que abordou o papel do poder público, da educação, da Lei da Aprendizagem e do setor privado na busca de maior inclusão produtiva dos jovens brasileiros.

Participaram do evento Guilherme Afif Domingos, secretário Extraordinário de Projetos Estratégicos do Governo do Estado de SP; Tabata Amaral, deputada Federal e Presidente da Frente Parlamentar Mista de Educação; Marco Bertaiolli, deputado Federal e Presidente da Frente Parlamentar Mista de Apoio ao Aprendiz; João Victor da Motta Baptista, diretor do Departamento de Políticas de Trabalho para a Juventude da Secretaria de Qualificação e Fomento à Geração de Emprego e Renda do Ministério do Trabalho e Emprego; Gabriel Vallejo, co-fundador do Oracle next Education; e Samanta Paula Manoel, ex-jovem aprendiz e coordenadora de Inclusão do Youth Voices Brasil.

Também foram apresentadas pesquisas e dados adicionais do setor trazidos pelo Instituto Reciclar, Ação Educativa, Instituto Veredas, Goyn e Pacto e Promoção pela Equidade Racial.