Jaraguá do Sul seguiu em tendência positiva na geração de emprego no mês de Outubro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo ministério da Economia na última quinta-feira (21).

Foram 331 postos de trabalho abertos no mês, atrás dos meses de setembro, com 464 postos, janeiro, com 829, e fevereiro, com 1.177.

Durante o mês, 2.346 jaraguaenses tiveram suas carteiras de trabalho assinadas em um novo emprego, com 160 deles sendo na modalidade de primeiro emprego, e 2.185 sendo reempregados.

Outros 150 passaram por uma transferência administrativa. No mesmo período, foram 2.015 contratos que chegaram ao seu fim, com 814 demissões a pedido, 875 dispensas sem justa causa e 268 contratos que chegaram ao seu fim.

Em outubro passado, o saldo também havia sido positivo, mas em menor número: foram 226 empregos gerados no 10º mês de 2018.

De novembro do ano passado a outubro deste ano - ou seja, no período de 12 meses encerrados em outubro - o município gerou 1.237 postos de trabalho, com 25.670 admissões e 24.443 desligamentos.

Setores fortes da economia

O resultado no período foi fortemente carregado pelo comércio, responsável por mais de um terço do saldo, encerrando o período com 503 novos empregos.

A geração de emprego no mês foi fortemente carregada pelo comércio, responsável por 218 vagas do saldo positivo de 331 postos de trabalho, em temporada alta de contratações para atender as demandas de fim de ano como a Black Friday e o Natal.

O setor foi seguido pela indústria de transformação, com saldo positivo de 72 postos de trabalho no mês. Dois setores registraram saldo negativo para o mês, ambos com perda de três postos. São eles Serviços Industriais de Utilidade Pública e a Agropecuária.

No total do ano, Jaraguá do Sul registra um saldo positivo de 3.009 postos de trabalho, liderados pela indústria de transformação, com 1.342 postos, seguida pelo comércio, com 523, a administração pública, com 488 e o setor de serviços, com 478.

Apenas dois setores registram perdas durante o ano: Serviços Industriais de Utilidade Pública, com saldo negativo de oito empregos, e a extração mineral, menor setor do município, que perdeu um posto.