Fapesc equipara bolsas acadêmicas e anuncia plano de reajuste anual

Foto: Roberto Zacarias/SECOM

Por: Pedro Leal

26/07/2023 - 15:07

O Governo do Estado vai equiparar o valor das bolsas acadêmicas da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) ao concedido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Além disso, de forma inédita em Santa Catarina, anuncia plano de reajuste anual nos benefícios com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Serão 866 bolsas (680 de mestrado e 186 de doutorado) que terão aumento a partir de agosto. Outras 184 (137 de mestrado, 40 de doutorado e sete de pós-doutorado), fruto de um edital elaborado em conjunto com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), já haviam sido reajustadas. Ao todo, há 1.050 bolsas acadêmicas ligadas à Fapesc.

“De forma responsável, após um planejamento financeiro, vamos aumentar as bolsas acadêmicas da Fapesc”, afirmou o governador Jorginho Mello. “E vamos além, reajustando as bolsas todos os anos, com base na inflação. Nosso governo está comprometido com a pesquisa e a inovação, que são fundamentais para o avanço da nossa sociedade”.

De acordo com o presidente da Fapesc, Fábio Wagner Pinto, o aumento foi concedido com muita responsabilidade. “Entendemos que as universidades têm as soluções para as demandas que beneficiam a sociedade catarinense. Isso é possível com a pesquisa aplicada. Estamos ouvindo os catarinenses para poder usar os recursos da melhor forma possível”.

Com o aumento, o valor das bolsas fica equiparado ao da Capes – R$ 2,1 mil para mestrado; R$ 3,1 para doutorado; R$ 5,2 mil para pós-doutorado.

Antes do aumento, as bolsas pagas pela Fapesc eram de R$ 1,8 mil para mestrado e R$ 2,64 mil para doutorado.