O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, acredita que o boicote que a rede vem sofrendo de grandes marcas é passageiro. As informações são do site The Information, que as obteve de uma fonte interna do Facebook.

O empresário teria falado em uma reunião na semana passada que essas marcas devem “voltar em breve”.

“Minha aposta é de que esses anunciantes vão retornar à plataforma em breve”, disse Zuckerberg, segundo reportagem que repercutiu na mídia internacional nesta quinta-feira (2).

“Não vamos mudar nossas políticas ou abordagem sobre qualquer coisa por conta de uma ameaça a uma pequena porcentagem da nossa receita”, teria complementado.

Segundo o site americano, o boicote publicitário não deve ameaçar o Facebook ou mudar a política de conteúdo da empresa. .

A postura nos bastidores diverge da mantida publicamente: diante do público, a rede tem se mostrado cautelosa quanto às demandas das marcas, que pedem por uma postura mais dura do Facebook no combate ao discurso de ódio na plataforma.

Segundo o Yahoo! Finanças, o boicote começou no mês passado, liderado por organizações da sociedade civil dos Estados Unidos.

Entre as empresas que aderiram ao movimento estão Coca-Cola, Starbuck e Unilever, entre outras, que anunciaram que não irão mais anunciar no Facebook ou no Instagram até que a politica de conteúdo da rede mude.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul