Entre os setores que se destacam com maiores lucros, podemos observar o setor bancário entre os primeiros. Os balanços anuais divulgados são sempre surpreendentes mesmo em momentos mais críticos da economia.

Mas de onde vem esse resultado? A especialista em investimentos e CFP da Warren em Jaraguá do Sul, Ludmila Rosa Marques, explica. "Vamos considerar bancos de varejo com atendimento à Pessoa Física e Pessoa Jurídica, com diversas agências. Estas instituições oferecem um amplo número de serviços, portanto sua receita vem de vários lugares".

A primeira dessas fontes são os recursos em dinheiro para depósito e dinheiro para empréstimos. "Uma das atividades primárias de um banco, trata-se do recebimento de depósitos das pessoas que buscam a segurança de seu dinheiro nesta instituição. Porém, esse valor ao entrar no banco, não fica ali parado esperando o seu resgate. Esse dinheiro é emprestado para outras pessoas ou empresas, o que não inviabiliza a liquidez de seu recurso", explica.

O cliente investidor recebe uma remuneração por deixar o seu patrimônio aplicado, enquanto o cliente tomador paga juros, consideravelmente maiores do que a rentabilidade do investimento. Essa diferença é conhecida como "spread bancário" - e o equilíbrio do spread é fundamental para determinar a rentabilidade de um banco.

A receita dos bancos também vem das taxas cobradas em serviços como manutenção de conta, transferência de recursos, emissões de cartões de débito e crédito, taxas de cadastro, anuidade de cartão, entre tantas outras tarifas que você pode localizar em uma tabela divulgada ao cliente no seu banco.

"Fique atento e compare ao escolher onde irá manter sua conta! Segundo uma pesquisa do Procon em SP, a análise foi que a diferença entre os preços de tarifas de pacotes padronizados pode chegar a 50,48% de uma instituição para outra", alerta Ludmila.

Os pagamentos dos cartões de crédito são outra fonte de renda gerada pelos bancos. Isso porque quando o consumidor paga suas compras com este meio de pagamento, a instituição financeira cobra do estabelecimento comercial uma taxa percentual sobre o valor da compra.

"Isso explica o motivo de muitas vezes você receber desconto com pagamentos em dinheiro vivo ou PIX, pois o vendedor deduz o custo que paga habitualmente ao banco em operações de crédito", complementa.

Por último, existem os rendimentos de taxas por serviços financeiros. Entram nesta categoria os demais serviços oferecidos pelo banco e que também geram receita lucrativa, como previdência privada, consórcios, capitalização, seguros, cheque especial, entre outros.