A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) deu início na segunda-feira à programação que deve marcar os 79 anos de fundação da entidade, que serão completados no dia 22. No encontro semanal, realizado em conjunto com a Apevi, a diretoria da Acijs homenageou empresas e ex-presidentes pela atuação em favor do associativismo e da representatividade empresarial. O presidente Giuliano Donini destacou o momento como uma oportunidade de reconhecer publicamente pessoas e organizações que, destacou ele, "de maneira voluntária e altruísta ajudam a Acijs a representar os interesses da classe empresarial e da comunidade, como estimuladoras do associativismo e do desenvolvimento regional". Na categoria Empresas Benfeitoras foram relacionadas Agricopel, Marisol, Malwee, Lunelli, Menegotti, Duas Rodas e Urbano, e como Empresa Benemérita a WEG. A exemplo da Agricopel, que recebeu na plenária uma estatueta simbolizada pelo mapa de Jaraguá do Sul retratando a grandeza da cidade e a participação dos empreendedores e da comunidade no desenvolvimento do município, todas serão convidadas a fazerem um relato da sua atuação e de sua visão do associativismo, contextualizando com o momento atual. Em seu relato, o empresário Paulo César Chiodini falou sobre a participação da Agricopel, hoje com atuação nos três Estados do Sul do Brasil, e uma das principais empregadoras e geradoras de renda em Jaraguá do Sul e nos municípios onde atua. Na homenagem aos ex-presidentes, Giuliano Donini disse que a entidade está retomando uma prática que existiu até a gestão de seu pai, presidente Vicente Donini, nos anos de 1992 a 1994. O troféu também é simbolizado por um mapa estilizado representando Jaraguá do Sul, traduzindo a grandeza do município, e por um arco que representa a trajetória de ascensão de cada um dos presidentes no comando da entidade. O troféu foi concedido a Roberto Breithaupt, Décio da Silva, Eduardo Ferreira Horn (in memorian), Christiane Hufenüssler, Paulo Luiz da Silva Mattos, Paulo Rubens Obenaus, Paulo César Chiodini, Guido Bretzke, Durval Marcato Junior e Monika Hufenüssler Conrads.
Giuliano Donini reconhece a contribuição de Dietrich Hufenüssler, que assumiu presidência da Acijs em delicado momento político na época da ditadura militar | Foto Divulgação
Giuliano Donini reconhece a contribuição de Dietrich Hufenüssler, que assumiu presidência da Acijs em delicado momento político na época da ditadura militar | Foto Divulgação
Ainda receberam troféus, Dietrich Hufenüssler e Jaime Richter. Dietrich recebeu a homenagem por ter assumido a presidência em substituição ao então presidente Geraldo Arthur Marquardt, na gestão 1962 a 1966, depois que o titular foi preso pelo delegado de polícia à época. Era um período de tensão no País, que vivia os primeiros momentos de implantação do regime militar, e a prisão foi considerada arbitrária pela entidade empresarial. Com posicionamento firme de defesa da liberdade de opinião, a ACIJS divulgou nota de repúdio ao que considerou abuso de poder, com o presidente interino assumindo a continuidade do mandato. Completando as homenagens, Jaime Richter recebeu o troféu por ter conduzido a entidade após o presidente da gestão 2006-2008, Paulo César Chiodini, ter se licenciado para poder se dedicar à coordenação da campanha do hoje deputado estadual e secretário de Estado Carlos Chiodini. Próximas plenárias A programação comemorativa aos 79 anos de fundação da Acijs continua nas próximas plenárias. Confira: Dia 12: a plenária vai contar com a presença do presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, com a palestra "Desenvolvimento Industrial de Santa Catarina"; lançamento do programa Ação Comunitária WEG em parceria com a Acijs; e lançamento do Fundo Social, projeto em parceria da Fiesc e Acijs, que será formalizado por Célio Bayer, vice-presidente regional da Fiesc, e pelo presidente Giuliano Donini. Dia 19: painel reunirá três especialistas que farão abordagem sobre a relação da ética no mundo corporativo, em relação à filosofia, teologia e direito. Participarão os professores Itamar Luís Gelain, com graduação em filosofia, mestrado e doutorado na mesma área; Waldir Souza, com bacharelado e doutorado em teologia, e licenciatura em filosofia, além de mestrado nas mesmas áreas; e o advogado Paulo Marcondes Brincas, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seção de Santa Catarina, especialista em direito comercial e mestre em direito empresarial. Informações pelo telefone (47) 3275-7027 e pelos e-mails eventos@acijs.com.br, acijs@acijs.com.br e apevi@apevi.com.br. *Com informações e fotos da assessoria de imprensa da Acijs