A influência digital da participante do BBB 21, Juliette Freire, sobre os consumidores, levou uma empresa catarinense a apostar na imagem da paraibana para aumentar as vendas.

Recentemente, um batom que ela havia usado no programa esgotou em poucos dias. E uma vinícola de Santa Catarina conseguiu aumentar em 40% as vendas em duas semanas graças à Juliette e uma feliz coincidência.

A Vinícola Pericó, de São Joaquim, na região da Serra, produz um vinho intitulado Juliette e até mesmo a arte usada no rótulo traz uma mulher parecida com a participante do reality. O detalhe é que o produto existe há um ano, portanto, foi feito antes de Juliette ganhar tamanha notoriedade. Não foi jogada de marketing ou algo do tipo.

“A gente escolheu o nome relacionado às nossas uvas. Plantamos cinco uvas francesas e buscamos um nome de uma legítima mulher francesa para brindar o novo rótulo, e Juliette foi o escolhido por ser tipicamente francês”, comentou Diego Censi, proprietário da vinícola.

Essa coincidência fez os pedidos pelo vinho bombar no Brasil inteiro nos últimos dias.

“Tivemos um pedido do Macapá nos perguntando como poderia receber os rótulos antes da final. Ficamos surpresos com a procura”, brinca Diego.

Desde o início do reality show, a vinícola percebeu que o interesse pelo vinho que leva o nome da sister aumentou. As opções de espumante Moscatel e Rosé Brut, inclusive, estão esgotadas no site da marca. Para celebrar e em forma de agradecimento, a Vinícola Pericó enviou algumas garrafas para a família da paraibana.

 

O criador do rótulo

O criador do rótulo é o artista plástico catarinense Eduardo Baruch, e ele também se surpreendeu com o sucesso. “Quando pensei na Juliette, me inspirei em uma mulher de aparência delicada, porém de personalidade forte. No idioma francês o nome tem sotaque leve e até frágil, mas na cultura francesa Juliette é um nome feminino de presença forte, assim como os vinhos da marca”, comentou.