Foto Eduardo Montecino/OCP News

Foto Eduardo Montecino/OCP News

Surgida em 2016 como uma empresa para promoção em eventos e consumo na vida noturna, a Vou Gestão de Eventos mudou de cara ao longo do seu processo de incubação no JaraguaTec.

Após estudar melhor seu mercado, a empresa passou de promoções para vida noturna para a criação de uma plataforma de gestão integrada de eventos, trabalho que deve ser melhor desenvolvido com recursos recém recebidos do programa Sinapse da Inovação, conta um dos fundadores, Jefferson Amendolara.

"Este tipo de migração, ou pivoting, é normal no meio de startups, e a incubação facilitou esta migração. Nós estudamos o mercado, vimos que havia outro problema para ser abordado que tinha mais potencial e mudamos nosso plano de negócios de acordo", conta o empreendedor.

A empresa recebeu em novembro a primeira parcela do recurso de R$ 60 mil do programa do governo do Estado, voltado para investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produto.

Além destes R$ 60 mil, o recurso inclui outros R$ 42 mil - já pagos - para custear a contratação de um funcionário. "O recurso demorou um bocado, era para ter sido recebido em maio, e agora será muito bem vindo", destaca Amendolara.

A mudança de plano de marketing da empresa, no começo deste ano, levou a geração de uma plataforma modular em nuvem para gestão de eventos.

O programa vai desde a organização, passando pela logística, administração e custos. Todas as etapas estão previstas e a tecnologia permite o acesso a serviços online sem a necessidade de instalar o programa.

"Até onde sabemos, é uma das únicas do tipo, customizada para as necessidades específicas do cliente, quer para festas, shows, casamentos ou convenções", explica.

A mudança foi possibilitada pela combinação do trabalho de orientação oferecido na incubadora e a participação em eventos de inovação e empreendedorismo.

"Este ano fomos convidados para um evento da aceleradora ACE e do Google  Launchpad que nos ajudou bem a formalizar quem era o nosso cliente, qual o seu problema e como atender suas necessidades", conta.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?