A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) lançou nesta quinta-feira (5) o Boletim de Indicadores Econômico-Fiscais de Santa Catarina, referente ao mês de outubro. Os dados apresentados demonstram uma recuperação gradual da economia.

“A recuperação, no entanto, ocorre de forma diferenciada entre setores e segmentos econômicos. Também o impacto sob o sistema econômico tem se mostrado menos intenso do que originalmente previsto”, destaca o economista da SDE, Paulo Zoldan.

Apesar de ter registrado quatro meses seguidos de crescimento no período encerrado em agosto, no acumulado de 12 meses a produção física da indústria ainda é 11,9% menor que a do mesmo período do ano passado.

O único segmento que cresceu no ano foi o da Fabricação de Produtos Alimentícios, ainda que tenha sido de apenas 0,1%.

Mercado de trabalho aquecido

Os resultados levaram a uma reação do mercado de trabalho.

Setembro foi o quarto mês consecutivo de contratações no Estado, o de maior saldo de novos postos gerados no pós- pandemia e também o melhor resultado da série histórica para o mês em 16 anos.

Foram 24.827 postos gerados, o terceiro maior saldo do país, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

Com o resultado, o estado já reverteu as perdas da pandemia: no acumulado do ano, a economia estadual já contabiliza um saldo de 921 novos postos formais gerados.

No entanto, vários polos do estado ainda precisam reverter os resultados negativos - o que deve se consolidar com os resultados do Caged de outubro, caso os padrões sejam mantidos.

Setores em alta

A construção civil está em pleno processo de recuperação. As vendas de materiais de construção estão em alta e o setor está contratando. As principais alavancas deste crescimento estão na autoconstrução e nas obras do setor imobiliário.

O varejo ampliado catarinense também cresceu pelo quarto mês consecutivo. Com isso, o volume de vendas no acumulado do ano já atingiu o mesmo patamar de 2019.

Quando observado os segmentos comerciais no Estado, temos, nesta mesma comparação, um crescimento das vendas dos Super e Hipermercados; de Móveis e Eletrodomésticos; de Produtos Farmacêuticos e de Materiais de Construção.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul