Divulgada lista dos aprovados do concurso para auditor do Estado de Santa Catarina

Foto: Reprodução/Pixabay

Por: Pedro Leal

23/10/2023 - 08:10 - Atualizada em: 23/10/2023 - 08:25

A Fundação Getúlio Vargas divulgou na última sexta-feira (20) a lista dos aprovados do concurso para o cargo de Auditor do Estado de Santa Catarina. A carreira atua nas áreas das chamadas macrofunções do controle: auditoria, corregedoria, ouvidoria, transparência e integridade, cujo modelo é adotado pela Controladoria-Geral da União (CGU) e demais controladorias estaduais.

O concurso estipulou 95 vagas para atuação na Controladoria-Geral do Estado (CGE), órgão criado em 2019. Atualmente, Santa Catarina conta com 53 Auditores do Estado, dos quais 44 atuam na CGE. O último concurso para o cargo foi realizado em 2005, quando a Auditoria-Geral era uma diretoria da Secretaria da Fazenda (SEF).

O controlador-geral do Estado, Marcio Cassol, explica por que há necessidade de novos auditores. “Com a criação da CGE, em 2019, os auditores do Estado, antes restritos ao trabalho da Auditoria-Geral, assumiram novas funções como Ouvidoria, Corregedoria e Integridade e Compliance. Em 2009, tínhamos 74 auditores e, desde então, perdemos 20 colegas por aposentadoria, exoneração voluntária e falecimento. Ou seja, temos 27% a menos de auditores e três áreas a mais sob nossa responsabilidade”.

Cassol reforça a crescente relevância do auditor do Estado na gestão pública desde o último concurso. “Muitas normas cuja aplicação está sob a responsabilidade das áreas de controle não existiam em 2005, como a Lei de Acesso à Informação e a Lei da Transparência Pública, ambas de 2011, e a Lei Anticorrupção, de 2013. Com novos profissionais, vamos cumprir com mais eficiência nossa missão de promover a qualidade do gasto público, a transparência, a participação social, a integridade e o combate à corrupção”.

O concurso selecionou profissionais em seis áreas de formação: Direito (26), Administração (16), Ciências da Computação (14), Ciências Contábeis (12), Economia (11), Engenharia Civil (9). Hoje, uma das carências da CGE é por auditores formados em engenharia civil e tecnologia da informação, formações que não constavam nos concursos anteriores. Eles vão atuar, respectivamente, em auditorias de contratos de obras e no uso de TI para potencializar e aperfeiçoar as atividades de controle.

Sobre o concurso: o Governo do Estado anunciou o concurso em maio de 2022 e publicou o edital em setembro do mesmo ano. As provas foram realizadas em janeiro de 2023. O prazo de validade do concurso é de dois anos, contados da data da publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial do Estado, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.