A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) emitiu nesta sexta-feira um comunicado público de sua diretoria determinando o posicionamento da entidade diante do expressivo aumento de casos e impactos causados pelos casos de coronavírus no estado.

A entidade faz um chamado à classe empresarial catarinense, para que juntos possam somar esforços ao executivo estadual, municipal, e demais autoridades na área jurídica e da saúde, na adoção e cumprimento das medidas sanitárias já amplamente divulgadas, incentivando também aos seus pares na adoção de posturas que contribuam no enfrentamento deste inimigo invisível.

"Nossa Federação está comprometida em fazer parte da busca por soluções", afirma a entidade.

Apesar do momento desafiador, ele exige ações coordenadas e responsáveis, e neste sentido somamos esforços a outras tantas entidades catarinenses nesta ação coletiva em prol da vida, da saúde e da economia catarinense.

A Facisc tem manifestado apoio ao chamado programa de vacinação do trabalhador, programa de reforço de imunização por parte das empresas, ainda em votação no legislativo. "Estamos envidando esforços para participar do Programa de Vacinação do Trabalhador (PVT) (assim que aprovado o PL-507/21), com o intuito de buscar parcerias e oferecer vacinas às empresas, criando um programa de reforço da imunização das pessoas", afirma a entidade.

"A partir das boas práticas e aprendizados através do Comitê de Gestão de Crise (em 2020), vamos agir de forma a evitar a necessidade de medidas mais extremas", conclui.

Medidas tomadas pela Facis:

  • Fica instituído, a partir desta data, o Comitê de Enfrentamento a Covid-19, formado por membros da diretoria, colaboradores e técnicos, com o objetivo de orientar a tomada de decisão da entidade acerca das medidas em relação à pandemia.
  • Ficam permitidos, somente de forma online, eventos e reuniões (com mais de 5 pessoas).
  • Os colaboradores da Federação deverão continuar com o uso constante e diário de máscara e a desinfecção das mãos (com álcool gel ou água e sabão).
  • A Facisc estimulará as boas práticas sanitárias, por meio de campanhas próprias e em parceria com o sistema associativista, reforçando a conscientização da classe empresarial e comunidade em geral.