Dia dos namorados: Lojistas se preparam para alavancar as vendas

Economia

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 04:00 - 02/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
A mar combina com presentear” é o mote da campanha da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jaraguá do Sul para esquentar as vendas no Dia dos Namorados deste ano, que transcorre no domingo de 12 de junho. O presidente da CDL, Marcelo Nasato, prefere não arriscar palpite certeiro em relação à expectativa no incremento do comércio para a data festejada pelos apaixonados, mas garante que mantém o otimismo. “Temos dois sábados legais (4 e 11) e buscamos interações para fomentar as vendas”, garante. A estratégia da entidade esse ano é promover intervenções nos sinaleiros de grande movimentação, no Centro e nos bairros Baependi, Nova Brasília, Barra do Rio Cerro, João Pessoa, Amizade, Ilha da Figueira e Rau. Oito pessoas foram mobilizadas para este e o próximo sábado, pela manhã e à tarde. “Uma equipe vai estar caracterizada com uma placa nos sinaleiros, com música romântica, estimulando os casais para que demonstrem o amor com um beijo. Os que se beijarem receberão uma maçã do amor com uma mensagem”, antecipa o dirigente. “A gente trabalha mais o incentivo para promover o comércio como um todo, por estarmos em ano de incertezas e vendas em queda. Vamos tentar alcançar de 6% a 8% de acréscimo, como no ano passado, mas não é uma estimativa oficial”, declara. Ainda de acordo com Nasato, hoje a entidade soma em torno de 1.400 associados. Cenário nacional Estimativa da Confederação Nacional do Comércio aponta queda de 8,5% nas vendas para o Dia dos Namorados deste ano, comparativamente a 2015, considerado o pior resultado projetado da série histórica, iniciada em 2004. Roupas, presentes diversos e joias O gerente de uma loja de jeans localizada no Calçadão da Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, próximo à Praça Ângelo Piazera, Alexsandro Monteiro, acredita que as promoções devem estimular os consumidores a presentear no dia 12. Para isso, um enorme coração na fachada da loja convida a conferir as ofertas, com descontos que variam de 10% a 40%. Nas prateleiras, jeans femininos a partir de R$ 80 e camisas polo, a R$ 70. Com a proximidade do inverno, a loja também aposta na saída dos suéteres, ponchos e casacos de lã. “A gente espera um aumento de 10% a 20% em relação ao ano anterior”, declara, otimista. Proprietária de uma loja de presentes, itens criativos e artigos de decoração na rua Ângelo Rubini, Janete Wackerhage Pedri, há 10 anos no ramo, busca na inovação a saída para alavancar as vendas. Entre outros itens, oferece cestas variadas, que contêm ursos de pelúcia, bombons, vinhos, espumantes, taças e louças, montadas por ela mesma. Os preços das cestas variam entre R$ 80 e R$ 170. “O que se percebe é que as pessoas procuram mais lembranças esse ano. Nos últimos dois anos, as vendas caíram um pouco, mas espero pelo menos os 10% que se conseguiu no ano passado”, observa. Namoro combina com comprometimento. Apostando nessa premissa, uma das mais tradicionais casas do ramo de joias, relógios e ótica, localizada na rua Marechal Floriano Peixoto, está à espera dos que querem dar um passo à frente no relacionamento com a compra de alianças, seja de compromisso, noivado, ou casamento. O proprietário, Gabriel Seifert, atesta que a loja dispõe de alianças de ouro a partir de R$ 650, e que as de prata estão a partir de R$ 75. Anéis, brincos, gargantilhas, relógios e óculos de sol também estão entre as opções para os namorados. “Por enquanto o pessoal está mais pesquisando, mesmo. Esperamos um incremento de 5%, que nem no ano passado”, assinala.
×