O dólar abriu em alta contra o real nos primeiros negócios desta terça-feira (20), antes de voltar à queda, em um dia que abriu marcado pela instabilidade.

No início da manhã, a divisa americana operava ganhando terreno após uma série de cinco perdas diárias consecutivas, resultado da reação de investidores a aprovação pelo Congresso Nacional de um projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e traz ajustes para permitir a sanção do Orçamento deste ano.

Às 9h08, o dólar avançava 0,27%, a R$ 5,5689 na venda, enquanto o contrato mais líquido de dólar futuro tinha ganho de 0,41%, a R$ 5,5725.

No entanto, quarenta minutos depois, às 9h48, passava a queda de 0,16%, operando à R$ 5,54.

Na véspera, o dólar negociado no mercado interbancário teve queda de 0,57%, a R$ 5,5538 na venda.

O Banco Central anunciou para este pregão leilão de swap tradicional para rolagem de até 15 mil contratos com vencimento em novembro de 2021 e abril de 2022.