As corporações de grande porte que estão capitalizadas e têm planejamentos de longo prazo já estão fazendo movimentos de expansão.

A avaliação é do CEO do Perini Business Park, em Joinville, Marcelo Hack, que vê o mercado aquecido pelo nível de consultas de mercado, propostas de locação desenvolvidas e negociações concluídas nos últimos meses.

Neste momento, ainda em plena crise do coronavírus, o parque está construindo 16 mil m2 para abrigar a chegada de novos negócios.

“Em breve uma empresa norte-americana que já atua no Brasil vai ocupar 7 mil m2 em uma nova unidade para atender clientes da América Latina”, comenta Hack.

Outro grupo que confirmou presença no parque é o Armazém Datacenter, que ocupará um prédio exclusivo do Ágora Tech Park com investimentos de R$ 20 milhões.

Esse Datacenter – que já é um dos maiores e mais tecnológicos do Sul – vai se tornar o único da região a contar com duas unidades e o quinto a obter a certificação TIER III.

Além destes prédios – resultados de investimentos acordados durante a crise – o Perini está dando continuidade à construção do Ágora.MOB.

Iniciado em 2019, ele será o segundo prédio do parque tecnológico destinado a empresas de tecnologia e inovação.

Sobre as perspectivas de futuro, o CEO do Perini está otimista com as previsões de que o recuo do PIB será menor do que o projetado inicialmente pelos economistas.

”O ano de 2021 vai ser um ano muito melhor. Acredito que em 18 meses vamos voltar ao patamar de 2019”, destaca Hack.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul