Aumentou de 35% para 50% e de 38% para 53%, respectivamente, a perspectiva de realizar novos investimentos entre as micro e pequenas empresas, na comparação entre o 3º trimestre de 2019 com o mesmo período de 2018, segundo a Pesquisa Perspectiva Empresarial, feita trimestralmente pela Boa Vista, com cerca de mil empresários, em todo o país.

De acordo com a pesquisa, o percentual de micro e pequenos empresários que irão investir menos no próprio negócio caiu de 29% e 27% para 17% e 18%, respectivamente, na mesma base de comparação.

As médias e as grandes empresas se mostraram mais otimistas. 56% e 53%, respectivamente, pretendem investir mais, contra 39% e 51% no mesmo período de 2018.

A maior parte dos investimentos deve ser em novos produtos - 55% das micro e 49% das pequenas empresas pretendem investir em novos produtos e serviços até o fim de 2019, contra 61% das médias e 68 das grandes (68%).

O menor foco de investimento é no pessoal: 46% das micro e 49% das pequenas empresas pretendem investir em pessoal e força de trabalho até o fim de 2019, assim como a maioria das médias (56%) e das grandes (53%).

Já o investimento em tecnologia é onde as micro e pequenas empresas mais se distanciam das médias e grandes: Aproximadamente 50% das micro e pequenas empresas pretendem investir em tecnologia até o final de 2019, contra 78% as médias e 63% as grandes.

A microempresas são as mais otimistas (33%) quanto à diminuição da inadimplência. Seguidas das médias (28%), das grandes (26%) e das pequenas (25%).

O endividamento do negócio deve ficar menor em 2019 para 40% das micro, 33% das pequenas, 28% das médias e 37% das grandes. No 3º trimestre de 2018, 38% das micro, 34% das pequenas, 43% das médias e 38% das grandes tinham essa percepção.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger