O prefeito João Carlos Gottardi assinou o decreto de número 1962/2020 onde declara situação de emergência no Município de Corupá por conta dos estragos causados pelo vendaval que ocorreu na última terça-feira (30) e atingiu todo o Estado.

O documento foi publicado no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (3) e tem efeito 90 dias (a partir do dia do vendaval).

O decreto autoriza os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução; a convocar voluntários para reforçar as ações; autoriza a Defesa Civil a entrar em casas e propriedades que estejam em risco, para prestar socorro ou determinar a evacuação de moradores.

De acordo com a Defesa Civil de SC, ventos de cerca de 100 km/h atingiram a região de Corupá. A Defesa Municipal contabiliza os estragos na indústria, comércio, agricultura e nos espaços públicos.

Estima-se que mais de mil propriedades tenham sido afetadas com destelhamentos, quedas de muros, postes, árvores ou de cercas; danos na agricultura e, principalmente, problemas na fiação elétrica. O Município, felizmente, não registra feridos, desabrigados ou desalojados.

Prejuízos na agricultura

A Prefeitura Municipal está trabalhando em conjunto com a Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) para levantar os dados dos estragos causados na agricultura na cidade.

Os trabalhos seguirão ao longo do fim de semana, mas estima-se que o prejuízo possa chegar a R$ 60 milhões somente na bananicultura.

A Asbanco avalia que 50% das lavouras foram destruídas, o que dá uma média de 4 milhões de caixas de frutas que vão deixar de ser produzidas e vendidas.

“Percorremos o nosso município inteiro e o cenário é muito triste. Os danos na agricultura, indústria e comércio podem atingir valores altíssimos. Vamos buscar junto ao Governo do Estado e Federal apoio com recursos. Não tivemos prejuízos com vidas, o que nos fortalece a seguir em frente e juntos superarmos mais este desafio de 2020”, disse o prefeito João Carlos Gottardi.

A Asbanco produziu um vídeo que mostra o panorama dos estragos na bananicultura em Corupá.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul