A Oxford Porcelanas, indústria catarinense de porcelana e cerâmica de mesa, a maior da América Latina, anunciou os vencedores do Prêmio Oxford de Design 2018, que premia projetos criativos e autênticos de artistas de todo o país. Nesta 4ª. edição, o desafio proposto aos participantes foi a criação de uma estampa de aparelho de jantar com o tema “Folclore ao Redor do Mundo - O Encontro da Imaginação com a Arte”.

A vencedora do concurso foi Jéssica Paiva de Andrade Santos, de Recife, Pernambuco, com o projeto “Destemida Iara”. A artista criou um conjunto de desenhos inspirados na beleza da sereia e no mar. “Aquela que mora na água, a sereia que dança, a destemida Iara. Índia corajosa que leva consigo a força das águas. Aqui, foi retratada num equilíbrio entre traços minimalistas e elementos rústicos típicos dos povos indígenas. Mulher guerreira que merece ver sua história reverberada”, disse a designer. Jéssica recebeu um prêmio em dinheiro R$ 7.000 e terá sua linha de louças comercializada pelo e-commerce da Oxford.

O segundo lugar ficou com Priscilla Maciel dos Santos, de Belém, Pará, que trabalhou o tema “Os Rios de Minha Aldeia” usando formas curvilíneas nas peças. A artista explicou que “O olhar é para o folclore amazônico. O folclore com vínculo na as águas. Iara, cobra grande, vitória régia, boto. A escolha do preto e branco busca o contraste entre o sombrio e o sublime. O olhar do índio em destaque é para nos lembrar da raíz de onde grande parte dessas lendas surgiram”.

O designer Renato Firmino de Oliveira, de Vitória, Espírito Santo, levou a terceira colocação com o tema “Folclore Imaginário”, estampas louças coloridas e alegres. “Após pesquisar sobre o folclore, percebi que apesar de suas variações, há correspondência nas manifestações culturais de diferentes povos. Pensei no folclore a partir de um imaginário comum, constituído através da sobreposição das tradições e recombinei referências para criar as ilustrações”, comentou.

O concurso foi realizado on-line e os trabalhos inscritos passaram por três etapas de votações: Voto popular, que classificou 30 projetos; voto dos três vencedores das últimas edições, que escolheram mais 20 desenhos. Finalmente, os 50 classificados foram avaliados por designers profissionais como Zanini de Zanine, Marcelo Rosenbaum e Taissa Buescu, diretora de redação da Revista Casa Vogue.

A Oxford Porcelanas foi fundada há 65 anos em São Bento do Sul (SC), e hoje, além da matriz, abriu a segunda unidade em São Bento do Sul, além das fábricas em Pomerode (SC), Campo Alegre (SC) e São Mateus (ES). Em 1976 iniciou a exportação dos seus produtos para outros países. Em 1980, participou pela primeira vez de uma feira internacional, em Berlim, na Alemanha. Nos anos 90 já figurava entre as maiores empresas do mundo, neste segmento.