A compra de matéria-prima nem sempre é um processo simples, sujeita a variações no preço, dificuldades logísticas e oscilações na oferta. Uma startup de Jaraguá do Sul, a Cotafios, tem buscado soluções para este dilema no setor têxtil: ela estabelece a conexão entre fornecedores e compradores de fios dentro de uma plataforma em formato de marketplace com sistema de cotações ao vivo. A iniciativa é a primeira com foco no mercado têxtil brasileiro.

O mercado de matérias-primas têxteis é responsável por 12,3% das importações de Jaraguá do Sul, segundo dados do ministério da economia. O município importou fios sintéticos e de algodão no valor de US$ 16,38 milhões de janeiro a abril deste ano, revelando um nicho com potencial para soluções na compra do material.

Os sócios Elie Douer e Rafael Nasser notam que o setor têxtil brasileiro é o quinto maior produtor do mundo, o que mostra o potencial que temos. "A missão do Cotafios é transformar e modernizar a área têxtil brasileira para que volte a crescer em ritmo forte. Se esse setor conseguir voltar a ser competitivo, temos tudo para crescer ainda mais em pouco tempo”, destaca Douer.

Elie Douer e Rafael Nasser são os responsáveis pela startup | Foto Divulgação

Segundo os sócios, o formato traz praticidade, organização, agilidade e bons preços para os compradores. Em contrapartida, os fornecedores podem vender com preços melhores e conquistar novos clientes em todo território nacional sem custos. A plataforma funciona ao vivo, com suporte 24h, e possui um algoritmo de ponta, desenhado especialmente para esse mercado.

Crescimento exponencial

No ar desde 2018, a plataforma já possui mais de 80 fornecedores cadastrados e o objetivo é aumentar este número, conquistando ampla variedade de produtos e oferecendo boas propostas aos clientes. Em breve, ainda será lançado um módulo dentro do site direcionado os representantes comerciais, facilitando o trabalho destes profissionais.

Segundo Douer, a ideia é expandir a plataforma pioneira para além dos fios, englobando toda a cadeia. “Temos potencial para trazer redução de custos, aumento de margens e praticidade. Assim, o setor volta a ser competitivo em relação aos produtos importados e a ter o viés de grande crescimento que teve no passado”, destaca.

O site apresenta ao cliente todas as informações como preço, prazos de pagamento e entrega, qualidade do fio, base ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e frete em uma tabela para comparação, facilitando a decisão de compra. Dentro da página ainda existe um sistema de avaliações.

“Assim, quando um comprador fizer negócio com um novo fornecedor saberá o que outros compradores dizem a respeito dele e vice-versa. Isso é muito bom porque faz com que ajam de forma honesta em suas negociações”, completa Douer.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?