Os resultados setoriais do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostram o aumento da confiança em 18 dos 30 setores da indústria analisados em abril. Esse crescimento ocorreu devido à melhora generalizada das expectativas para os próximos seis meses. A pesquisa foi feita com 2.232 empresas, sendo 889 pequeno porte, 822 médio porte e 521 de grande porte, entre 1º e 15 de abril.

Cinco setores da indústria, que estavam sem confiança no mês de março, ultrapassaram a linha divisória dos 50 pontos no mês de abril, indicando que voltaram a ficar confiantes. São eles: Celulose e papel; Couros e artefatos; Bebidas; Móveis; e Obras de infraestrutura. O ICEI varia de 0 a 100 pontos, sendo 50 pontos a linha de corte.

Os setores com as maiores altas de confiança no mês de abril foram: Bebidas (+7,8 pontos); Celulose e papel (+5,2 pontos); e Couro e artefatos (+4,2 pontos). Entre os setores com as maiores quedas de confiança estão Biocombustíveis (-7,9 pontos); Outros equipamentos de transporte (-2,9 pontos); e Manutenção e reparação (-2,6 pontos).