Apesar da performance fraca da economia, com estimativa de crescimento do PIB de pouco mais de 1% para o ano de 2019, a confiança do empresário industrial vive seu melhor momento desde junho de 2010, aponta pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) subiu para 65,3 pontos, 10,5 pontos acima da média histórica. Os indicadores variam de zero a cem pontos. Quando estão acima de 50, mostram que os empresários estão confiantes.

O ICEI está maior nas grandes empresas, segmento em que subiu para 66,4 pontos neste mês. Nas médias, o ICEI é de 64,9 pontos e, nas pequenas, de 63,4 pontos.

De acordo com a pesquisa, a confiança é maior entre os empresários do Sul. Por aqui, o ICEI de janeiro ficou em 67,2 pontos. Em seguida, vem a região Norte, onde o indicador alcançou 65 pontos.

No Nordeste, o ICEI foi de 64,5 pontos, e no Sudeste e Centro-Oeste, de 64,6 pontos. Além disso, o levantamento mostra que o otimismo é maior entre os empresários da indústria de transformação.

Nesse segmento, o ICEI alcançou 65,7 pontos em janeiro. Na indústria extrativa, foi de 63,7 pontos e, na construção, de 64 pontos.

Esta edição do ICEI foi feita entre 6 e 17 deste mês com 2.458 empresas de todo o país. Dessas, 921 são pequenas, 917 são médias e 620 são de grande porte.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger