O comércio local está otimista com as perspectivas de vendas para o final de ano. Conforme Talita Beber, presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Jaraguá do Sul, as expectativas positivas levam em conta a realidade local e também pesquisas providenciadas por entidades como FCDL/SC e Fecomércio.

“Muitas pessoas pensam em se reunir com a família e, além disso, também se autopresentear, o que deve alavancar os negócios”, explica.

De acordo com os levantamentos da FCDL/SC, 65% dos lojistas entrevistados acreditam no crescimento e 38,9% deles esperam aumento nas vendas acima de 5% para o Natal 2021, em relação ao mesmo período do ano passado. Entre os empresários ouvidos, a análise apontou que os lojistas projetam que os consumidores gastem em média R$ 168.

A projeção vem após um resultado tímido na Black Friday: segundo um levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) revela que o crescimento nas vendas da Black Friday 2021 foi relativo, com 4,32% de aumento em relação ao ano anterior. O resultado é reflexo do ambiente macroeconômico desafiador, com forte pressão inflacionária e menor renda da população, dólar em alta, fatores que acabaram deixando a data abaixo das expectativas.

Para 76,11% dos entrevistados, os clientes deixarão para fazer as compras em cima da hora. Apesar disso, a presidente da CDL local reforça a importância de se antecipar.

“Assim, é possível aproveitar melhor as opções do comércio local, pesquisar e, ainda, participar da nossa campanha de Natal – Roleta Premiada que esse ano é 100% digital dentro do app CDL Box. Lembrando, também, que as lojas já estão atendendo em horário ampliado”, destaca.

Segundo pesquisa da Fecomércio, a maioria dos catarinenses, em torno de 80%, deve procurar pelos presentes de Natal em lojas físicas, sendo que 87,6% pretendem realizar pesquisa de preço.

Horário especial

Para facilitar o acesso dos clientes, o comércio local está atendendo, nesta semana até 21h. Já na véspera de Natal, os consumidores podem fazer as compras até 13h. No sábado (25) não haverá expediente.

2020 viu retração

As expectativas para 2021 vem para compensar o resultado do ano passado, com as vendas de Natal se deslocando fortemente do comércio presencial para o e-commerce: o Natal de 2020 registrou queda de 13,6% na média do Estado nas vendas no crediário, na comparação com o ano passado, aponta a FCDL/SC. Nos Shoppings, a queda nas vendas natalinas chegou a 12%, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Os dados foram apurados pela Cielo para compor o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).