Quando você pensa em comércio digital poderá pensar primeiro em roupas ou acessórios mas existem outros setores vingando online. Saiba como o comércio gastronômico está se digitalizando.

É natural que, nesse momento, você já conheça o nome ou o slogan de uma qualquer loja de comércio eletrônico que se dedica a vender online comida.

Essa realidade não é totalmente nova mas está ganhando fama ao redor do globo e também no Brasil, já que o comércio online tem permitido que a gastronomia se torne mais internacional e leva até sua casa muitos produtos que, anteriormente, eram bem difíceis de achar.

Ao criar uma loja virtual um empreendedor irá, normalmente, em busca de um setor do mercado menos saturado e, devido à existência de tantas lojas online comercializando roupas, tecnologia ou decoração, a gastronomia acabou surgindo como alternativa.

Usando as melhores plataformas disponíveis e onde podem encontrar serviços tão variados como o dropshipping ou formas gratuitas de aceder a um gerador de código de barras ou um gerador de nomes para empresas, os amantes da culinária e do comércio acabaram aliando estas paixões, criando uma nova tendência no Brasil.

Além dos novos empreendedores, as grandes lojas brasileiras também estão encontrando muitas vantagens em se digitalizar. Saiba mais sobre o comércio gastronômico online.

A aposta na venda de alimentos online

Hoje, a compra de produtos alimentares online é motivada pela pandemia mas, antes disso, a tendência já era para que as compras de comida online aumentassem.

No Brasil, as 18 das principais redes de supermercados já aderiram a essa tendência, apostando no ecommerce. Entre estas, marcas como o Pão de Açúcar ou o Extra servem de exemplo.

Embora a entrada dessas grandes marcas esteja acontecendo, alguns nichos, como os alimentos estrangeiros e gourmet abrem possibilidades para novos empreendedores e isto não está passando despercebido, havendo cada vez mais lojas – de maior ou menor dimensão – a explorar esse mercado.

Aos poucos, por isso, vamos assistindo ao crescimento da venda online de alimentos, pela mão das grandes superfícies e dos novos empreendedores digitais.

Um mercado com espaço para evoluir

Para quem está pensando iniciar sua jornada com o comércio online, uma boa notícia sobre os produtos alimentares e gastronômicos é que, ainda que bem comuns nas cidades grandes, estes ainda não estão amplamente explorados em algumas regiões do Brasil.

Esta falta de serviços digitais para a venda de alimentos em algumas das regiões brasileiras é justamente o que abre um espaço de oportunidade para novos empresários, que podem aproveitar as plataformas que apoiam o empreendedorismo digital e descobrir como fazer dinheiro com uma loja de produtos alimentares online, que responda às necessidades das zonas onde este tipo de serviço é menos usual.

Ainda que o número de lojas online esteja aumentando e dificultando o sucesso de seus empreendedores, a existência de nichos como esse, principalmente em algumas cidades do interior brasileiro, tem vindo a permitir a abertura de espaços comerciais online de sucesso, versando a gastronomia e a alimentação.