Nesta sexta-feira (6), representantes do setor varejista e do Governo Federal deram início a uma ação que busca movimentar a economia com a oferta de descontos e promoções especiais entre os dias 6 e 15 de setembro, a chamada "Semana do Brasil".

A ação, que está sendo liderada por lojas como Americanas, Havan e Magazine Luíza, visa a incentivar o consumo e estimular a economia do país.

Até o momento, 4.680 empresas e entidades estão mobilizadas e vão participar da semana oferecendo descontos, promoções aos consumidores.

A semana, que aproveita as comemorações do 7 de setembro, data em que se celebra a Independência do Brasil, tem como mote “Vamos valorizar o que é nosso” e é inspirada em campanhas de varejo de outros países, como os Estados Unidos, que costumam realizar promoções em feriados nacionais.

A proposta pretende gerar um ambiente de confiança para este e os próximos meses de 2019.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Jaraguá do Sul é uma das entidades que está estimulando os comerciantes locais a participar da ação.

“É um esforço para criar uma data promocional no mês em que o Fundo de Garantir por Tempo de Serviço (FGTS) começa a ser sacado. A CDL acredita que quem fizer ofertas, vai colher bons frutos, já que deve ser um bom mês de vendas”, avalia Gabriel Seifert, presidente da entidade.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

"A partir do momento que se faz uma divulgação positiva, o comércio tende a melhorar", nota Sandra Vavassori, gerente de uma loja filiada a entidade no Centro de Jaraguá do Sul.

"Estamos com uma boa expectativa para a semana, especialmente por conta do pagamento dos salários, que saem nesta sexta-feira", diz.

Nos centros comerciais da cidade, como o Jaraguá do Sul Park Shopping, há um esforço da administração para apresentar uma frente unificada da campanha.

No shopping, 15 das lojas já haviam confirmado participação na campanha, que contará com descontos e promoções a serem definidas por cada loja individualmente, além de decoração especial e outras ações promocionais.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger