O ano de 2019 vai começar diferente para José Eduardo de Oliveira, Cassia Luciane Rodrigues e Willy Holanda Pedrosa. Moradores em situação de rua, eles foram aprovados no último concurso para temporários da Autarquia de Melhoramentos da Capital (Comcap) e, a partir de janeiro, passam a fazer parte do quadro de colaboradores temporários.

Por meio do Instituto de Geração de Oportunidades (Igeof), foi concedido isenção na taxa de inscrição, aulão preparatório e alimentação e transporte no dia da prova teórica, realizada no final de novembro deste ano.

De acordo com Cássia, 52 anos, aprovada para a vaga de Auxiliar Operacional, o ano de 2018 não foi bom. Ela ficou viúva e acabou indo parar nas ruas da Capital. O sorriso retornou ao rosto dela quando soube da sua aprovação no concurso.

Os concurseiros aprovados vão atuar pela Comcap até junho de 2019, quando o contrato em regime CLT é finalizado | Foto PMF/Divulgação

“O ano foi bem difícil para mim. Vejo nessa oportunidade de trabalho uma chance de ter minha dignidade de volta. Eu até me surpreendi quando soube que passei no concurso. O primeiro pensamento que me veio foi de que ainda sou capaz”, conta radiante Cassia Luciane Rodrigues.

José Eduardo de Oliveira, de 49 anos, também foi aprovado no concurso para a mesma vaga de Cássia, a de Auxiliar Operacional. Para José, o ano de 2018 também não foi fácil.

“Esse emprego vai me dar mais autonomia e uma chance de retornar ao mercado de trabalho. Tive muito problemas de saúde, mas agora estou pronto para esse novo desafio”, declarou José Eduardo de Oliveira.

Willy Holanda Pedrosa foi aprovado na prova objetiva, para a vaga de Motorista e realiza no próximo domingo, 30, a prova prática para essa função. A iniciativa, que deu suporte aos moradores em situação de rua, faz parte do programa Inclui Floripa, coordenado pelo Igeof, que presta orientação e capacitação para inserção no mercado de trabalho. Os concurseiros aprovados vão atuar pela Comcap até junho de 2019, quando o contrato em regime CLT é finalizado.

‘’Além de uma forma de sustento, gerar emprego é uma forma de devolver a dignidade e sonhos para quem busca uma oportunidade para recomeçar.”, conclui o Prefeito, Gean Loureiro.

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?