Combate à estiagem: projetos de crédito e ações de preservação trazem segurança para famílias rurais catarinenses

Foto: Aires Mariga/Secom

Por: Elisângela Pezzutti

15/07/2023 - 15:07 - Atualizada em: 15/07/2023 - 15:09

Investimento, preservação e tecnologia: é com essa fórmula que a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) trabalha junto às famílias rurais para garantir que não falte água no campo, mesmo quando falta chuva. Para combater os problemas decorrentes da estiagem, os investimentos em projetos de infraestrutura hídrica e preservação do solo e da água têm sido substanciais em Santa Catarina nos últimos anos e já mudaram a realidade de milhares de propriedades rurais.

Atendendo individualmente cada família, os técnicos da Epagri discutem a melhor forma de resolver ou minimizar o problema da falta de água. Definida a solução, a empresa elabora os projetos de crédito para que os agricultores tenham acesso aos recursos disponibilizados por políticas públicas.

Em 2022, do total de R$ 563 milhões que beneficiaram as famílias rurais catarinenses com projetos feitos pela Epagri, aproximadamente R$ 91 milhões foram destinados para 2.476 sistemas de captação, armazenamento e distribuição de água. A maior fatia desse valor – R$86 milhões – foi apoiada pelos programas Investe Agro SC – Água para o Campo e Prosolo e Água SC, da Secretaria da Agricultura.

Após a liberação dos recursos, os técnicos da Epagri acompanham e assessoram a implantação dos projetos. Em cada propriedade beneficiada, esse dinheiro se transforma em cisternas, sistemas de tratamento, captação e distribuição de água, sistemas de irrigação, proteção de fontes e implantação de matas ciliares, entre outras soluções para melhorar a vida das famílias e garantir a produção de alimentos no campo.

No caso dos projetos apoiados pelo programa Investe Agro SC – Água para o Campo, a Secretaria da Agricultura subvenciona até 3% dos juros ao ano. Já os projetos com financiamentos apoiados pelo Prosolo e Água SC são pagos em cinco anos sem juros, e a família que pagar em dia tem desconto de 50% nas parcelas.

Preservação da água

Além de trabalhar para que os investimentos cheguem às propriedades, a Epagri leva tecnologias que aumentam a capacidade das famílias rurais de atravessar os períodos de estiagem sem prejuízos à produção e à qualidade de vida. O caminho é preservar a água e o solo e adotar práticas conservacionistas na agropecuária.

Só em 2022, a empresa orientou 1.594 famílias em proteção de nascentes, 3.543 em atividades de recuperação ambiental, 6.354 em sistemas de captação e melhoria de qualidade da água e 1.764 em reserva de água.

Como resultado, os reservatórios e as cisternas construídos durante o ano nas propriedades catarinenses somaram uma capacidade de armazenamento de cerca de 1,4 milhão de metros cúbicos de água. A mata ciliar, fundamental para proteger rios, córregos e nascentes, ficou 114 hectares maior em Santa Catarina. Ao mesmo tempo, 475 propriedades rurais construíram proteções de nascentes e 230 famílias melhoraram a qualidade e a quantidade de água disponível para consumo humano.

Notícias no celular

Whatsapp