O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson anunciou nesse domingo (10) o início do afrouxamento do isolamento social no Reino Unido, alertando ainda que esta medida contra o coronavírus não acabou e pedindo que as pessoas “fiquem alertas” aos riscos,

As novas medidas incluem permitir que pessoas façam exercícios ao ar livre com mais frequência e encorajando aqueles que não podem trabalhar em casa a retornar aos seus empregos.

As informações são da agência britânica Reuters. Embora as orientações sejam para a Inglaterra, o governo britânico quer também que as outras nações do Reino Unido - Gales, Escócia e Irlanda do Norte - adotem a mesma abordagem.

O discurso não foi adotado universalmente na Comunidade Britânica: a primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, afirmou que permaneceria com a mensagem “fique em casa”, em oposição ao "fique alerta", tido como ambíguo e vago.

“Não é o momento de simplesmente encerrar o isolamento esta semana”, disse Johnson, em discurso transmitido pela televisão. “Em vez disso, tomaremos os primeiros passos, com cuidado, para modificar nossas medidas”.

O governo foi criticado pelos partidos de oposição e outros pela maneira como lidou com a pandemia - o plano inicial de Johnson envolvia "permitir que a doença seguisse seu curso" - , e o primeiro-ministro tem receio de tirar o pé do freio cedo demais.

32 mil mortes

O total de mortes por coronavírus no Reino Unido, perto de 32 mil, é o segundo maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. A maioria dos casos e mortes aconteceu na Inglaterra.

Em sua conta no Twitter, Johnson postou regras do governo que incluem “fique em casa o máximo possível”, “limite o contato com outras pessoas” e “mantenha distância se sair de casa”.

No discurso, o primeiro-ministro disse que as pessoas deveriam continuar trabalhando em casa, se pudessem, mas que, a partir desta segunda-feira, os que não puderem, como quem trabalha em construção ou manufatura, “deveriam ser encorajados a voltar ao trabalho”.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul