Por Rosana Ritta Fotos Carlos Alves/Divulgação As arquitetas Juliana J. Daniel e Joana B. Lunelli, da JJD Arquitetura, de Jaraguá do Sul, receberam o prêmio de projeto mais ousado durante a cerimônia de encerramento da Casacor Balneário Camboriú. A primeira edição da mostra no município do Litoral Norte catarinense encerrou no domingo (25), com a premiação dos melhores ambientes. Para o público, passear pela mostra foi uma oportunidade de se inspirar, ter novas ideias e ficar por dentro das novidades do setor, que teve como tema "Design mais perto das pessoas". E para os profissionais que participaram e receberam prêmios e reconhecimento, foi uma oportunidade única de divulgarem suas ideias e seus trabalhos. Juliana já tem em seu currículo duas passagens pela Casacor. Joana participou pela primeira vez, assim como foi a primeira vez também que o escritório que ambas abriram em sociedade neste ano participou. Loft Hanami. Foto Lio Simas (16) Loft Hanami. Foto Lio Simas (22) Loft Hanami. Foto Lio Simas (25) Loft Hanami. Foto Lio Simas (5) Joana está entusiasmada. Ela diz que Juliana conta que a Casacor desde 2015 tem trazido resultados bacanas para sua carreira. O forte do trabalho das profissionais são os projetos sustentáveis e funcionais, voltados mais à conscientização ambiental, a chamada arquitetura bioclimática, preocupada com o bem-estar do usuários. "Já estamos colhendo frutos deste trabalho focado na sustentabilidade, e já estão aparecendo clientes que gostaram da proposta", destaca. A busca pelo diferencial, segundo a arquiteta, não está somente na utilização de materiais sustentáveis, mas sim na fase de projetos e no conceito dos ambientes. "Já existem materiais no mercado, mas o conceito da sustentatibilidade é mais amplo e contempla deste a primeira fase do projeto. A solução não depende só de materiais, mas da forma de projetar", explica Joana. O projeto que deu às profissionais o prêmio de ousadia é o Loft Hanami, ambiente projetado e executado pelas profissionais, desenvolvido em parceria com a Lez a Lez, inspirado na última coleção de inverno da grife, e teve como principais temas moda, sustentabilidade e arquitetura bioclimática, tendo motivos japoneses como seu ponto forte. "Estamos felizes com este reconhecimento e já estamos desenvolvendo projeto da sede administrativa de uma empresa de grande porte no Rio Grande do Sul inspirada neste segmento, certificado pelo Leed (Leadership in Energy and Environmental Design) - certificação para construções sustentáveis, concebida e concedida pela organização não governamental americana U.S. Green Building Council (USGBC), de acordo com os critérios de racionalização de recursos. O objetivo é obter o selo platinum desta certificação, revela Joana. Rogério e Juliana Daniel e Joana e Denis Lunelli Na premiação, as arquitetas contaram com a presença dos maridos, Rogério Daniel e Denis Lunelli, diretor-presidente do Grupo Lunelli. OS PREMIADOS Os premiados em 13 categorias do PRÊMIO CASACOR BC 2017. Nove foram pelo júri técnico, três pela organização e o melhor ambiente escolhido pelo público. São eles: Prêmios julgados pelo júri técnico: Projeto Mais original: Studio Eicke, de Fernanda Eicke Projeto Mais Ousado: Loft Hanami, das arquitetas Juliana Jagelski, Joana Lunelli e o paisagista Claudio Saladini Projeto Mais Criativo: Loft Maschio Montalcino, por Erico Conceição Projeto Mais Sofisticado: Sala da Adega, de Ana Claudia Guerra e Phillippi Siarcos Projeto com Melhor Aproveitamento do Espaço: Estar Gourmet da Praia, do arquiteto Tufi Mousse Melhor Projeto de Uso Público: Praça, de Juliana Loffi e Rodolpho Gutierrez Melhor Projeto Comercial: Refúgio Deca, de Fernanda Consonni e Priscilla Borges Destaque Banheiros: Lavabo Funcional, de Evandro Cruz e Elaine Gurevich Melhor “Ambiente Conceito”: Lounge Al Mare, de Ana Lins e André Bettinelli Prêmios julgados pela organização da CASACOR Balneário Camboriú 2017: Destaque Organização Nota 10: Suíte Rio, de Claudia Stach e Daniela Bordignon Destaque Montagem Nota 10: Sala da Adega, de Ana Claudia Guerra e Phillippi Siarcos Destaque no Cumprimento de Prazos: Living Sallon Gris, de Luiz Gustavo Schmidt e Caroline Oenning Prêmio julgado pelo público: O melhor ambiente escolhido pelo público: Movie Lounge, de Eluize Mendes e Maria Ondina Garcia