Em portaria publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira (4), o governo federal suspendeu o cronograma de novas implantações do e-Social, o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas.

A decisão atende um pleito da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e foi orientada pelo grupo de trabalho formado por representantes da Secretaria do Trabalho, da Previdência, Receita Federal, além da Confederação Nacional da Indústria e das Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Rio de Janeiro (Firjan) e São Paulo (Fiesp).

Segundo as entidades, as mudanças previstas pelo cronograma acarretam uma série de investimentos e adaptações na rotina da empresa que são de difícil cumprimento neste momento de pandemia.

De acordo com a portaria, assinada por Bruno Bianco Leal, secretário especial da Previdência e Trabalho, e José Barroso Tostes Neto, secretário especial da Receita Federal, novas implantações deverão ser publicadas futuramente com seis meses de antecedência.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul