A BR Distribuidora anunciou hoje (26) um acordo para aquisição da comercializadora Targus Energia. Especializada no comércio de combustíveis, agora a BR passa a atuar também na comercialização de energia elétrica.

A BR pagará R$ 62,1 milhões ao longo dos próximos quatro anos e terá o controle de 70% da Targus.

A efetivação da compra, no entanto, ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Fundada em 2017, a Targus Energia tem cerca de 200 unidades consumidoras em sua carteira, tendo negociado 3,9 mil gigawatts-hora (GWh) em 2019, com um faturamento próximo de R$ 900 milhões.

Ex-subsidiária da Petrobras, a BR Distribuidora foi fundada em 1971. Em julho passado, foi privatizada, embora a estatal petroleira ainda controle 37,5% de seu portfólio acionário.

Está presente nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, com mais de 8 000 postos de serviços atualmente.

Atualmente, a Petrobras Distribuidora é a maior empresa do setor de distribuição de combustíveis no Brasil, tendo como suas principais concorrentes a Ipiranga e a Raízen (joint venture formada entre a Shell e a Cosan)

Segundo o jornal Valor Econômico, a intenção da BR Distribuidora é entrar no mercado de energia elétrica em todo o país.

Hoje, o mercado livre, onde atuam as comercializadoras de energia, representa pouco mais de 30% do consumo energético do Brasil, com grande potencial de crescimento para os próximos anos.

“Como resultado da aquisição, atuaremos na compra e venda de energia elétrica aos seus clientes, complementando seu portfólio atual de produtos, bem como poderá capturar novos clientes no mercado, oferecendo serviços de gestão no mercado livre e produtos de geração distribuída”, destaca a BR Distribuidora.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul