Jaraguá do Sul teve o 7º melhor resultado do estado na geração de emprego acumulada do ano saldo de 5.242 postos de trabalho até o final de julho, sem resultados negativos desde janeiro.

Isolado, o mês de julho registrou um saldo de 364 postos de trabalho criados no mês. Os municípios catarinenses que superaram Jaraguá foram Joinville (saldo de 12.287), Blumenau (10.432), Itajaí (7.405), São José (7.227), Chapecó (5.566) e Florianópolis (5.261).

Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Ministério do Trabalho. Esta é a primeira divulgação dos dados com a nova pasta, recriada no começo de agosto e comandada por Onyx Lorenzoni.

A geração de emprego jaraguaense foi, excepcionalmente, puxada pelo setor de serviços, com 152 postos, seguido pelo comércio, com 96, e pela indústria, com 87. No restante do ano o resultado havia sido fortemente liderado pela indústria, com 3.190 postos no ano, contra 1.612 do setor de serviços e 283 do comércio. A construção civil gerou 30 postos no mês, enquanto a agropecuária viu o fechamento de um posto.

A maioria dos postos gerados foram para ensino médio completo (264) postos e as mulheres lideraram os postos de trabalho, com saldo de 275 mulheres contratadas e 89 homens. Os jovens dos 18 aos 24 foram os principais empregados, com 232 postos. Por função, os funcionários em cargo administrativo (120), operadores de produção (107) e tecnicos de nível médio (59) foram os principais postos.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp