Celesc anuncia suspensão do corte de energia e parcelamento de débitos

Foto Eduardo Montecino/Arquivo OCP News

Por: Pedro Leal

24/10/2023 - 16:10

O Governo do Estado lançou, nesta segunda-feira, uma série de ações para ajudar famílias e empreendedores catarinenses que sofreram prejuízos decorrentes das chuvas neste mês de outubro.

Diante disso, a Celesc anunciou duas medidas: Não irá suspender o fornecimento de energia elétrica de unidades localizadas em bairros de cidades atingidas pelas enchentes que atrasarem o pagamento nos próximos 60 dias. Serão beneficiados moradores de localidades indicadas pelas prefeituras.

A Celesc verificará os locais atingidos junto às Defesas Civis desses municípios.

A companhia também lançou um programa para parcelamento de faturas atrasadas para atender quem tem débitos pendentes em outubro ou nos meses anteriores. Esses moradores também precisam residir em bairros afetados pelas enchentes.

Além disso, essas unidades devem estar em municípios que decretaram estado de calamidade ou de emergência para poder parcelar os valores pendentes em até 24 prestações, sem entrada, com isenção de multa e juros pretéritos.

Para acessar o benefício o cliente precisa ir até uma das lojas da Celesc com documento de identificação (RG, CPF ou CNH).

Mais de 1500 eletricistas da Celesc atuaram durante as chuvas e enchentes de outubro para restabelecer a energia e garantir a segurança da rede elétrica. Foram mais de 350 equipes trabalhando simultaneamente e espalhadas pelo Estado.
A principal dificuldade foi o acesso às redes afetadas, pois com as fortes chuvas muitas estradas foram bloqueadas por enchentes ou desmoronamentos.

Além das inundações que afetaram as regionais de Rio do Sul, Mafra e Blumenau, as fortes chuvas de outubro, em especial nos últimos dez dias, também afetaram as regionais de São Miguel do Oeste, Chapecó, Concórdia, Joaçaba, Videira e Lages.

O pico de unidades consumidoras afetadas foi de 114 mil, registradas no dia 17/10.