A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma encaminhou, nesta segunda-feira, um ofício ao governador do Estado, Carlos Moisés, e aos parlamentares da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) solicitando a facilitação e simplificação do acesso aos valores que seriam disponibilizados pelo Badesc ao setor empresarial por meio de linhas de crédito.

A entidade pede celeridade na aprovação e sancionamento do Projeto de Lei nº 53/2020, que visa a aceitação de crédito pela agência de fomento em condições especiais, livre de encargos para o tomador.

A entidade manifestou ainda a preocupação com a continuidade das atividades das micro e pequenas empresas após o grande tempo de paralisação do comércio em geral, com a continuidade da paralisação do transporte coletivo e as orientações sobre o isolamento social.

“O recurso pode beneficiar milhares de empresas que dependem do crédito para tentar sobreviver a esta crise sem precedentes, mantendo suas atividades, empregos e gerando tributos”, reforça a presidente da CDL de Criciúma, Andréa Gazola Salvalággio.

* A imagem é de arquivo e foi tirada antes da pandemia