Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira (16), Criciúma foi a cidade da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) que mais gerou empregos formais em janeiro. No acumulado dos últimos 12 meses, a Capital do Carvão também se destacou e conquistou a segunda posição no ranking. A cidade também ficou em 10º lugar em Santa Catarina, entre os municípios com mais de 100 mil habitantes.

“Isso é resultado de um trabalho do município voltado para o empreendedorismo e para a economia local. Há muito tempo viemos construindo projetos de incentivo ao comércio e à indústria e buscando trazer novos empreendimentos para a cidade. Estamos muito contentes com a posição que Criciúma conquistou no ranking, principalmente neste momento de pandemia, onde muitas empresas estão sendo prejudicadas”, afirmou o prefeito Clésio Salvaro.

Ao todo, Criciúma em janeiro, de acordo com levantamento do Caged, gerou 3.288 mil empregos formais, fechando o mês com um saldo de 456. O destaque vai para os setores de serviços (1.138), indústria (1.010), comércio (772) e construção (308).

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp