O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta segunda-feira (11), em uma postagem nas redes sociais, o lançamento da licitação de uma estrutura do Porto de Imbituba, em Santa Catarina.

Trata-se do arrendamento de uma das áreas do porto, a área do Terminal de Granéis Líquidos, segundo o prefeito Rosenvaldo Júnior (PSB).

​Conforme o prefeito, trata-se de uma nova gestão para um espaço já consolidado do porto. Os tanques serviram por muito tempo para armazenamento de soda cáustica.

Por muito tempo, esses tanques foram operados pela Brasken, subsidiária da Petrobrás.

No terminal a ser arrendado, será possível movimentar diversas cargas líquidas. Há, porém, um impedimento envolvendo combustíveis. Essa licitação pode reacender uma discussão que movimentou Imbituba em 2016.

Existe uma lei municipal que, hoje, impede o armazenamento de combustíveis. Em 2016 os vereadores aprovaram uma lei que proíbe esse tipo de tanques de combustíveis de líquidos explosivos

Esse arrendamento atende a mesma linha de outros já realizados no terminal em Imbituba.

Em paralelo, a Prefeitura de Imbituba negocia com o Governo do Estado a plena ativação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), uma antiga aspiração do município. Atualmente, a área encontra-se desocupada, com uma estrutura física abandonada e carente de investimentos.