O excêntrico bilionário Sul-africano Elon Musk - dono das empresas Tesla, SpaceX e The Boring Company - novamente causou caos no mercado financeiro através de seus tuítes inusitados. As informações são do portal Olhar Digital.

O alvo da excentricidade de Musk na primeira semana de junho foi a canção "Baby Shark" - em resposta a um meme do desenho do Comedy Central South Park, que dizia que o vídeo da música no YouTube tinha “mais visualizações do que humanos”, Musk postou "Baby Shark crushes all!" (Bebê tubarão esmaga tudo) - o que levou as ações da editora Samsung Publishing, subsidiária da Samsung, a dispararem.

O filho do empresário, X Æ A-Xii, deve ser mais uma das inúmeras crianças que passa dias inteiros ouvindo sobre as aventuras do bebê tubarão e sua família.

A editora subsidiária da Samsung é uma das maiores acionistas da produtora sul-coreana Pinkfong, que é a responsável pela música que embala o vídeo mais visto da história do YouTube.

Não foi a primeira vez que a excentricidade do sul africano sacudiu o mercado financeiro. Recentemente, a criptomoeda Dogecoin - um meme para ironizar as criptomoedas - subiram e caíram de valor conforme tuitava sobre ela.

Isso acabou colocando o bilionário em maus lençóis, com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), acusando Musk de manipular mercados ao fazer afirmações classificadas como infundadas sobre os valores das ações de suas empresas no Twitter.