Em meio à profusão de esquemas para "ficar rico fácil", um chamou a atenção nesta semana, com um comercial da IQ Option prometendo "ganhos de 300% ao mês" com um "Robô da Nasa". O comercial estrelava o ator Luciano Szafir - ex-marido da apresentadora Xuxa Meneghel - que pediu desculpas publicamente nesta segunda-feira.

Com anúncios pagos no YouTube, a empresa é considerada irregular segundo a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão responsável pela regulamentaçaõ do setor financeiro, e não está autorizada a captar clientes no Brasil.

Na postagem, Szafir diz: “Quero deixar claro que não tenho nenhum tipo de relação com a empresa em questão… Sabia que era da área de investimentos e, aí está meu erro – eu não entendo nada desse setor!”.

É importante frisar que mesmo para leigos, a associação com "Robô da Nasa" não é coerente, em vista que a Administração Nacional Aero-Espacial (Nasa), órgão dos EUA ligado à aeronáutica e exploração espacial não atua de forma alguma no mercado financeiro.

“Já providenciei a retirada do comercial das mídias sociais da empresa. Errei ao gravar esse vídeo sem condições de avaliar a idoneidade da empresa, assumo esse erro e peço desculpas”, acrescenta.

No comercial, o ator afirmava que “você pode ter seu próprio algoritmo de negociação exclusivo, seu próprio robô, o robô da Nasa, e ter uma rentabilidade de até 300% ao mês sem saber escrever uma única linha de código.”

A empresa atua primariamente em mercado de foreign exchange (Forex), com operações de alto risco, e com operações binárias - transação que se baseia em acertar se uma determinada ação da bolsa de valores irá se valorizar ou cair nos próximos momentos. São mercados baseados primariamente em especulação, quase um jogo de azar com o mercado financieiro, e sem autorização no Brasil.