Quem estava ansioso para receber os R$ 498 a mais de liberação do saldo do FGTS aprovado pelo congresso - que aumentou o valor liberado de R$ 500 por conta para R$ 998, um salário mínimo - vai ter que esperar mais um pouco.

Como o ajuste aguarda sanção presidente Jair Bolsonaro, ainda vale a liberação de apenas R$ 500.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, os R$ 998 só passaram a valer após a apreciação e publicação do texto legal pela Presidência da República.

Até lá, o banco estatal estuda se haverá um novo cronograma de saques ou se será feita a liberação imediata.

O saque se estenderá até todos os brasileiros até o fim do ano, conforme a Medida Provisória. Mas até sanção presidencial, este saque fica limitado a R$ 500 por conta.

Ainda não há previsão de quando o governo deve atualizar o valor para os R$ 998 aprovados pelo congresso.