O clima era de boas-vindas na manhã desta segunda-feira (2) na sala da Spin Exponential Business, no Edifício Blue Chip Centro Executivo. As seis startups selecionadas para receber o suporte da aceleradora foram recebidas para o primeiro dia de trabalho. Para o ciclo inicial, a lista de escolhidas conta com a BOM Microfinanças, de Florianópolis, a Omunga e Bee2Share, de Joinville, Dynamique, de Jaraguá do Sul e São Paulo, e AquaControl e GoldCast, ambas também de Jaraguá do Sul. No total, 12 empresas integraram o processo seletivo. Os fundadores da Bee2Share, Diego Vegini e Cláudio D’amato contam que conheceram a iniciativa da Spin através de uma reportagem divulgada pelo jornal O Correio do Povo na semana passada. Segundo Vegini, o que chamou a atenção deles para o negócio foi o foco da aceleradora em startups voltadas para o setor industrial.  “Estamos bem animados e ansiosos”, afirma D’amato. A plataforma elaborada por eles em 2016 viabiliza o compartilhamento de equipamentos e máquinas industriais entre as empresas. Conforme Vegini, a ideia surgiu quando os dois ainda moravam nos Estados Unidos e sentiram que as máquinas poderiam ser aproveitadas com mais efetividade. “São equipamentos com alto custo e que ficam parados por muito tempo dentro da produção. A startup atua na conexão desses negócios. Um dos pontos positivos é a queda no valor da manutenção”, salienta o fundador. No primeiro dia, os selecionados foram informados sobre as atividades da semana e mensais. “Essas horas serão de adaptação e definição de estratégias. Ficamos felizes que o perfil das startups são bem diferentes, com viés social, educação e tecnologia, por exemplo. A expectativa para começar é alta”, garante o CEO da Spin, Benyamin Fard. No fim de semana, as startups terão um curso sobre autoliderança e autocontrole. A aceleradora se torna sócia dos empreendedores selecionados e oferece estrutura física, consultoria e mentoria com empresários renomados e inspirada em métodos utilizados por grandes corporações do Vale do Silício, polo da inovação dos Estados Unidos. “É um espaço físico jovem e criativo que também tem investidores e empresários residentes”, complementa Fard. A porcentagem da sociedade varia conforme cada caso. Interessados em participar da próxima seleção podem entrar em contato para informações no telefone (47) 3512-4010 ou no e-mail ola@spin.capital. As startups BOM: plataforma de microfinancas que conecta microempreendimentos ao mundo dos grandes negócios. OMUNGA: grife social que trabalha por um mundo melhor por meio da educação. DYNAMIQUE: plataforma web e mobile que tem o propósito de preservar um dos bens mais preciosos das empresas: o conhecimento corporativo. AQUACONTROL: internet dos peixes, com sistema de controle e monitoramento da produção de peixes e camarões em cativeiro. GOLDCAST: plataforma de contratação de modelos e atores. BEE2SHARE: plataforma que viabiliza a geração de novos negócios através do compartilhamento de máquinas e equipamentos industriais.